sexta-feira, outubro 13, 2017

Michelet, Lutero e a loucura moderna.

Os historiadores normalmente consideram que a pseudo-reforma de Lutero foi a origem da Revolução Francesa. Hilaire Belloc também considera que o comunismo é filho de Lutero. Abaixo transcrevo dois trechos da introdução da obra de Jules Michelet, o grande historiador francês, sobre Lutero: Mémoires de Luther, écrits par lui-même, traduits et mis en ordre par M. Michelet.

Michelet é descendente de huguenotes e seu credo ético, político e religioso, chamado de curioso, é descrito pela Wikipedia (até por ela, meu Deus!) como: uma mistura de sentimentalismo, de comunismo, de anti-sacerdotalismo, apoiado pelos argumentos mais excêntricos e de uma boa parte de eloquência.

No primeiro trecho abaixo, Michelet confirma que Lutero é pai da Revolução e do liberalismo. Vejamos.

Não é então inexato dizer que Lutero foi o restaurador da liberdade para os séculos seguintes. Se a negou em teoria, ele a fundou na prática. Se ele não a fez, pelo menos marcou corajosamente seu nome na grande revolução que legaliza, na Europa, o direito do livre-exame. Este é o primeiro direito da inteligência humana, ao qual todos os outros estão ligados. Se os exercemos hoje em tal plenitude, é a ele, em grande parte, que devemos. Não podemos pensar, falar, escrever sem que esse imenso benefício de libertação intelectual se renove a cada instante. As linhas mesmas que aqui escrevo, a quem devo o poder de publicá-las, senão ao libertador do pensamento moderno? [Negritos meus]

No segundo trecho, que é anterior ao primeiro, ele diz o seguinte.

Qualquer simpatia que possa inspirar essa amável e poderosa personalidade de Lutero, ela não deve influenciar nosso julgamento sobre a doutrina que ensina, sobre as consequências que dela se extrai necessariamente. Esse homem que fez da liberdade um uso tão enérgico, ressuscitou a teoria agostiniana do aniquilamento da liberdade. Ele imolou o livre arbítrio à graça, o homem a Deus, a moral a um tipo de fatalidade providencial.[Negritos meus]


Meu Deus! Se a teoria é tão condenável, como a prática pode ser tão recomendável. Se com essa teoria, que nega o livro arbítrio, se funda “o primeiro direito da inteligência humana”, que direito é esse? Infelizmente, toda a loucura moderna deriva dessa e de outras contradições que já estão arraigadas na mentalidade do mundo.

quinta-feira, outubro 12, 2017

Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!


Viva a Mãe de Deus e nossa,
Sem pecado concebida!
Salve, ó Virgem Imaculada,
Ó Senhora Aparecida.

quarta-feira, outubro 11, 2017

Católicos, é isso que somos?





PAUL EHRLICH - DEFENSOR DO CONTROLE POPULACIONAL

"Cada pessoa que se adiciona à população exige mais recursos."

EM 1968, EHRLICH ESCREVEU UM LIVRO, AGORA DESACREDITADO, "A BOMBA POPULACIONAL"

"A escala do empreendimento humano já é excessivamente grande."

ELE QUER UMA REDUÇÃO DE 80% DA POPULAÇÃO MUNDIAL

"Qual é o número sustentável? Entre 1,5 a 2 bilhões de pessoas que poderíamos sustentar no planeta Terra."

ELE APOIA CONTRACEPÇÃO, ESTERILIZAÇÃO E ABORTO

"Todo ser humano que é sexualmente ativo e heterossexual tem acesso a métodos anticoncepcionais modernos e, em último caso, ao aborto. E todo mundo que se opõe a isso é extremamente anti-ético. Sei que algumas pessoas discordam de mim: eles estão errados!"

EHRLICH FOI CONVIDADO A APRESENTAR UMA CONFERÊNCIA NO VATICANO SOBRE EXTINÇÃO BIOLÓGICA

"Para as novas gerações, para quem está chegando agora, parar imediatamente é a resposta."


CATÓLICOS, ISSO NÃO É O QUE SOMOS.


EVENTO ONLINE URGENTE: 17 A 19 DE OUTUBRO

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE CONTROLE POPULACIONAL


terça-feira, outubro 03, 2017

O velhinho de Virgínia e o terror que causa.

Nunca ninguém foi tão odiado no Brasil quanto é Olavo de Carvalho. Chesterton dizia dos santos algo que se aplica a Olavo: os santos aparecem sempre para dizer coisas extremamente desconfortáveis, mas necessárias, para seus contemporâneos. Aos bobalhões de plantão advirto que não considero Olavo um santo, embora como católico ele esteja certamente consciente da admoestação de Nosso Senhor: Sêde santo, como meu Pai é Santo!

Mas Olavo fala tudo que é desconfortável, tudo que é imensamente impróprio, embora verdadeiro. Que nós somos um país periférico, culturalmente em extinção, que nossos intelectuais não sabem nada (lembrem de Sócrates!), que as discussões públicas são todas inúteis, que nosso horizonte cultural não passa de nosso umbigo, que não há mais produção intelectual e cultural no país, que nossa literatura morreu, que nossa filosofia morreu no berço, que nosso destino está definitivamente comprometido, que não há nada a fazer na esfera pública, por enquanto, etc.

Além disso, esse malvado velhinho, dominou tanto as discussões no Brasil, desde o lançamento do Imbecil Coletivo, que não há ninguém atualmente que não se refira a algum pensamento do Olavo para a discussão de qualquer coisa. Poucos se dão conta disso. Não há discussão séria no Brasil que não se apoie em algum artigo, livro, aula ou ideia do Olavo. Os bandidos sempre escondem a referência, mas no fundo se baseiam em algo dele. Os honestos o citam e são apedrejados. Podem pegar qualquer área: política, filosofia, sociologia, direito, religião, etc. Olavo tem alguma coisa a dizer de tudo isso; não só dizer, mas apresentar uma visão que jamais se viu no Brasil.

Não temos sequer uma ideia da magnitude do Olavo, porque não há quem possa discutir com ele, não há quem seja capaz de fazer uma análise de conjunto de sua obra. Haverá no futuro? Bem, esperemos que sim. Por enquanto há os que o odeiam, e há os que o estudam, o amam, como se ama um grande professor. 

Mas o que mais irrita os nossos pseudo-intelectuais, além da sombra do velhinho que os apavora, é a horda de alunos que ele está formando e que já participa do debate cultural. Cada intelectual inépto tem um olavinho no seu pé. Ah! isso deve ser mesmo insuportável, pois um simples olavinho é mais capaz, em qualquer discussão, que um consagrado e titulado suposto intelectual. Mas como é possível esse miserável velhinho conseguir tal feito? Pois é, isso é insuportável.

O velhinho de Virgínia continua diariamente ensinando, analisando situações, criando uma geração de destemidos pensadores que um dia, quem sabe?, mudará o Brasil.

sexta-feira, setembro 29, 2017

Nossa Senhora das Mercês e os cristãos nas mãos dos Turcos.



No meio da noite de 1o. de agosto de 1218, quando a Igreja celebrava a festa de São Pedro em Liens, a Virgem Maria, acompanhada de anjos e santos, apareceu a são Pedro de Nolasco e lhe disse: 

Meu filho, eu sou a Mãe do Filho de Deus que, pela salvação e a liberdade do gênero humano, derramou Seu Sangue em seu sofrimento da morte na Cruz; venho aqui à procura de homens que desejem, à exemplo de Meu Filho, dar a vida pela salvação e a liberdade de seus irmãos cativos. É um sacrifício que Lhe será muito agradável. Desejo então que se funde em minha honra uma Ordem em que os religiosos, com uma fé viva e uma caridade verdadeira, resgate os escravos cristãos da posse e sob a tirania dos Turcos, que se ofereça mesmo em troca, se for necessário, por aqueles que não poderão ser resgatados de outro modo. Tal é, meu filho, minha vontade; pois, enquanto em suas orações e em lágrimas tu me imploravas para levar os remédios à seus sofrimentos, eu apresentei teus pedidos a Meu Filho que, para tua consolação e para o estabelecimento dessa Ordem sob meu nome, enviou-me do Céu a ti.

São Pedro Nolasco respondeu:

Creio com uma fé viva que vós sois a Mãe de Deus vivo e que viestes a este mundo para a consolação dos pobres cristãos que sofrem de uma bárbara servidão. Mas quem sou eu para realizar uma obra tão difícil em meio aos inimigos de vosso divino Filho e para tirar Seus filhos das mãos cruéis dos Turcos?

E Nossa Senhora lhe respondeu:

Nada temas, Pedro, pois eu te assistirei em toda esta situação e, para que tu tenhas fé em minha palavra, verás logo a execução do que te anuncei, e meus filhos e filhas dessa Ordem se glorificarão de portar os hábitos brancos como este de que tu me vês revestida.

E dizendo isto, a Virgem desapareceu.

Pedro de Nolasco passa o resto da noite em orações e então encontra Raimundo de Penaforte que lhe diz: 

Tive esta noite a mesma visão que a tua: fui também favorecido pela visita da Rainha dos anjos e escutei de sua boca a ordem que me deu de trabalhar com todas as minhas forças para o estabelecimento desta religião e de encorajar, em meus sermões, aos fiéis católicos a virem em ajuda de uma obra de caridade tão perfeita. Foi para agradecer a Deus e a Santíssima Virgem que vim tão cedo à catedral.

O rei James I de Aragão entra então na catedral e lhes diz:

A gloriosa Rainha dos anjos me apareceu esta noite, como uma beleza e uma majestade incomparáveis, e me ordenou instituir, pela redenção dos cativos, uma Ordem que terá o nome de Santa Maria das Mercês ou da Misericórdia; e, como já percebi em você, Pedro Nolasco, um grande desejo de resgatar os cativos, é a ti que encarrego da execução de tal obra. Para ti, Raimundo, de quem já conheço a virtude e a ciência, tu serás o suporte da Ordem por meio de tuas predicações.

Esta Ordem teve sua fundação aprovada em 1235, pelo Papa Gregório IX e tinha, em 1960, 780 monastérios e 149 religiosos. Como o tempo ela se transformou, de uma Ordem militar, numa ordem mendicante, missionária e caritativa. 

Ela está desaparecendo do mundo, naturalmente. E digo "naturalmente" com dor no coração. Na França, já desapareceu. A festa de Nossa Senhora das Mercês se comemorou no último dia 24 de setembro.

Para ler mais, clique aqui (em francês).

Parece que o Olavo de Carvalho anda atirando em mais gente.

Depois dos crimes do Olavo que eu mesmo descrevi aqui, aparece outra acusão grave, que vai reproduzida abaixo, de gente muito mais importante que este blogueiro. Vejam como é mal esse Olavo!



CRIMES DO OLAVO DE CARVALHO

 Está na moda acusar o Olavo sem provas. Então, apenas para variar um pouco, acuso-o de cometer dois tipos de crimes, não uma nem duas, mas várias centenas de vezes cada um (OS DOCUMENTOS SÃO PÚBLICOS). Antes que perguntem, fui vítima dos dois, e disponho-me a testemunhar perante qualquer tribunal ou junta médica sobre os males que deles decorrem. Isto não é um relato pessoal, mas apenas a tipificação desses crimes no código mental de leis do brasileiro moderno, esse juizinho medíocre de coisas que não entende.

1) Com esse negócio de ‘filosofia da consciência’, Pai Olavo – sim, esse macumbeiro- consegue o efeito de, à distância, despertar a inteligência do ouvinte, convidando-o a, nas palavras dele, “tomar posse da sua própria inteligência”. Ele mostra que isso é não apenas possível (você nem lembrava que tinha uma, né?), mas também desesperadoramente necessário, sob pena de você virar... ...bem, sob pena de você não virar nada, você apenas vai continuar a mesma besta quadrada de sempre -- se bem que ele mostra que até para se manter estúpido você TAMBÉM vai despender um esforço monumental: basta um olhar honesto para si mesmo para se dar conta do quanto amamos as coisas estúpidas. (Eu sei, eu sei: VOCÊ não é estúpido nem um pouquinho, e concordo que para você esse negócio de “tomar posse da sua inteligência” é um insulto inominável. Pois então vamos combinar assim: fique você aí e sua inteligência lá, bem longe, guardadinha e intocada. Só não reclame depois quando você quiser dar um passeinho para exibi-la e, em vez dela ter se mantido virgem e pura, a gente mostre que ela foi estuprada por qualquer intelequitual vagabundo da moda – e nem fique chateado da gente tirar um sarro.)

2) Com esse negócio de “tomar posse da própria inteligência”, o Olavo – esse bruxo maligno-, SEM FAZER PROSELITISMO NEM PROPAGANDA DA RELIGIÃO, tem convertido e trazido de volta à Igreja levas e levas do público letrado brasileiro, coisa que a própria hierarquia não sabe mais como fazer, depois que decidiram que religião é esse bom-mocismo aviadado. E isso, na mente de muito religioso invejoso, de “direita” ou de “esquerda”, tradicionalista ou progressista, é mais que um crime, é um pecado: o Olavo, como EFEITO APENAS SECUNDÁRIO de seu trabalho, tem conseguido realizar aquilo que, apesar de sua OBRIGAÇÃO EXPLÍCITA, grupos, associações e obras religiosas – e a própria hierarquia- não têm tido força para fazer. Mas como é que lhe pagam? Com maledicência, difamação e calúnia. Tem sempre alguém para alertar: “Mas você sabe que o Olavo isso, que o Olavo aquilo...” PAREM DE RECLAMAR, seus bostas, o cara tá mandando os neguinho aí e você ainda reclama?

domingo, setembro 24, 2017

Resposta a um leitor anônimo

Confesso que não tenho muito ânimo para responder leitores anônimos, principalmente quando os comentários versam sobre coisas importantes. Não entendo porque se esconder quando se quer dar uma opinião ou perguntar alguma coisa.

Mas um leitor postou um comentário educado ao post Papa Francisco criou ontem a "ciência" do casamento e da família que talvez contenha dúvidas de outros leitores. Penso que seja uma boa oportunidade de elucidar.

Ele pergunta: "Caro Angueth, o termo ciência no sentido de conhecimento, estudo, busca do saber, não estaria aí muito bem aplicado? Há problema em criar um instituto para a ciência da família, ou seja, para o estudo, para o conhecimento da instituição familiar? E isso tanto no sentido teológico-espiritual quanto natural?"

Respondo que não há nenhum "problema" em criar institutos pontifícios. Além disso, o Papa Francisco está, neste ato, exercendo seu direito como Sumo Pontífie. Respondo também que a definição de ciência que o leitor apresenta é passável, dada a situação atual do fetiche da ciência moderna. Mas...

Bem, é preciso não ter lido nenhuma das declarações do Papa Francisco, é preciso não ter lido a Amoris Leticia, é preciso não ter lido a CORREÇÃO FILIAL ACERCA DE POSSÍVEIS HERESIAS (escrita em várias línguas, inclusive o espanhol) que católicos publicaram recentemente em relação a esta Encíclica, é preciso não ter a menor capacidade de análise, para acreditar que a substituição de um instituto antigo por um novo, com a substituição de seus antigos componentes, seja apenas uma demonstração do papa por seu apreço à busca do conhecimento. Além do mais, sobre o matrimônio e a família a Igreja já tem firmado dogmas que ultrapassam, e muito, qualquer conclusão científica. Lembremos que o casamento é um Sacramento criado por Nosso Senhor Jesus Cristo, que não faz sequer parte da Tradição. Assim qualquer ciência envolvida deverá ser para manter os dogmas!

O leitor ainda pergunta: "Você não estaria já reagindo a algo como se fosse mal em si mesmo apenas pelo uso da palavra 'ciência', quando na verdade pode ser algo bom?"

Reajo mal sim, à palavra ciência, porque entendo bem o que ela significa no contexto atual das discussões. Cientificar coisas que pertencem à ordem moral é uma estratégia para desmontar o arcabouço moral cristão. Pois, os ideológos da ciência não sabem, ou não querem saber, ou estão mal-intencionados, que a moral pertence a uma outra ordem de conhecimento, muito acima do conhecimento científico. Para a mentalidade moderna, a única forma de conhecimento é a ciência. Isso nunca pode ser uma consideração de um católico. Ciência é um recorte tosco da realidade, enquanto Nosso Senhor Jesus Cristo é o Criador da realidade. Ele age através dela para nos ensinar, Ele a controla, Ele a domina; ela foi feita por Ele, que é o Verbo de Deus. Daí a minha suposta má "reação" ao tal novo instituto.

quinta-feira, setembro 21, 2017

O Olavo de Carvalho também apontou uma arma para mim. Só que ele atirou!

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Dizem por aí que uma filha do Olavo anda dizendo que ele apontou uma arma para ela, e outras coisas mais.

Para mim, ele apontou não uma, mas várias, durante anos, desde 1999. A primeira bala que me atingiu foi um livrinho sobre erística, que naquela época era palavrão para mim. Feriu-me profundamente; feriu minha enorme ignorância. Depois, esse atirador de elite, um verdadeiro snipper, me feriu com o Imbecil Coletivo. Como eu era professor universitário, me senti incluído no coletivo e me achei bastante imbecil. Meu amor próprio, a tal auto-estima, foi para o hospital. Outro petardo veio com o Jardim das Aflições, que me causou várias aflições. Com mais de quarenta anos e com dois filhos para criar, eu não podia ficar muito tempo no hospital e esperava que o Olavo tivesse pena e parasse de me atirar. Mas não. Ele continuava semanalmente com seus artigos em vários jornais nacionais e com vários livros: sobre o futuro da inteligência brasileira, sobre os quatro discursos de Aristóteles, etc. Tudo parecia se destruir frente a chuva de balas que me atingia. Esse cara é, na verdade, um exército em posição de ataque.

Como não conseguia sair do hospital, levei meus filhos para lá e eles começaram a levar balas. Com o tempo, com os cursos e os vários livros que lemos, descobrimos que estávamos no Brasil e não no hospital. A percepção do Brasil como hospital foi nossa maior descoberta. Descobrimos também que não havia médicos nesse hospital, exceto o Olavo. Aquelas balas, que sentíamos como balas, eram os remédios amargos que ele nos fazia tomar, para nos curar. 

Pouco a pouco, começamos a melhorar. Não saímos do hospital, pois ele é muito grande, mas agora tomamos as balas, ou melhor, os remédios, com gratidão, com afeto. Um dia, quem sabe, seremos também bons snippers.

Que Deus abençoe o grande Olavo!

quarta-feira, setembro 20, 2017

Papa Francisco criou ontem a "ciência" do casamento e da família.

Por meio de um Motu Proprio (Suma Familiae Cura) o Papa criou ontem o Instituto Pontificial e Teológico João Paulo II para as Ciências do Casamento e da Família. Esse instituto substitui o antigo Instituto João Paulo II para Estudos sobre o Casamento e a Família, fundado, a pedido do Papa João Paulo II, pelo Cardeal Caffara, recentemente falecido, logo depois do Sínodo da Família de 1980.

Parece que temos um papa bastante científico, aquecimentista, evolucionista e tudo o mais. Agora teremos a "ciência" da família e do casamento. Se acontecer com essa tal ciência o que está acontecendo com as outras ciências (ver Manual Politicamente Incorreto da Ciência), que Deus nos acuda!

A ordem da natureza fascina tanto a Igreja hoje que ela esqueceu a Ordem da Graça. Sugiro que se crie um instituto da ciência da Transubstanciação, ou da Remissão dos Pecados, ou mesmo da Redenção. Já imaginaram um aparelhinho que apita quando todos os seus pecados forem perdoados pelo Sacramento da Penitência. É a certeza do Perdão, cuja falta tanto enloqueceu Lutero e, com ele, o mundo inteiro.

Para a notícia completa, em inglês, de mais um grande evento desse pontificado, clicar aqui.

terça-feira, setembro 19, 2017

Papa "excomunga" os climato-céticos

Este é o tílulo de um artigo de Francesca de Villasmundo para o Midia-Presse.info. Ela reporta a fala do Papa Francisco durante o voo (mais um papo de avião) da Colômbia a Roma. A fala do papa, segundo a articulista é esta.

"Aqueles que negam deviam procurar os cientistas e lhes perguntarem. Eles se exprimem muito claramente: 'As mudanças climáticas são vistas por seus efeitos' e todos nós temos uma responsabilidade moral de tomar decisões. Que cada um pergunte aos cientistas e, em seguida, decida. A história julgará suas decisões.

"Uma frase tirada do Antigo Testamento me vem à mente: O homem é estúpido. Quando não quer ver, não vê".

Esta fala do Papa tem muitas conotações. Primeiro mostra, na melhor das hipóteses, sua imensa ignorância no assunto que comenta. Os verdadeiros climatologistas são unânimes em negar o aquecimento global. Só uma referência bastaria ao Papa: esta aqui de Lord Mockton.

Outra coisa. Como dói ouvir de um Papa que a história julgará nossas decisões. Meu Deus! Vê se eu seria católico se me preocupasse com o julgamento da tal história. Eu me preocupo com o julgamento de Deus, com o fogo do Inferno! Que se dane a história!

Finalmente. Como somos todos estúpidos por não querermos ver, vou seguir a sugestão do Papa e perguntar aos cientistas se existe Deus e depois tomar minha decisão. Conto para vocês depois.



terça-feira, setembro 12, 2017

Festa do Santíssimo Nome de Maria: uma festa muito inoportuna nos tempos que correm.

A festa do Santíssimo Nome de Maria foi estabelecida por Inocêncio XI, em 1683, em lembrança de uma memorável vitória conseguida pelos cristãos sobre os turcos, com a proteção visível da Rainha do Céu. Cento e cinquenta mil turcos avançaram até os muros de Viena e ameaçavam a Europa inteira. Sobieski, rei da Polônia, veio em socorro da cidade assediada no tempo da oitava da Natividade da Santa Virgem, e se dispôs empreender uma batalha geral. Esse príncipe religioso começa por fazer celebrar uma Missa, que ele mesmo acolitou, com os braços em cruz. Depois de se comungar com fervor, ele se levanta ao fim do Sacrifício e brada: "Marchemos com confiança sob a proteção do Céu e com a assistência da Santíssima Virgem". Sua esperança não foi em vão: os turcos, tomados de um terror pânico, empreenderam a fuga desordenadamente. 

Desde essa época memorável, a festa do Santíssimo Nome de Maria é celebrada na oitava de Sua Natividade. São Pio X fixou a data de 12 de setembro para a festa.

A santíssima Virgem sempre foi uma guerreira celeste contra os mulssumamos e certamente não nos deixará desprotegidos agora, em tempos tão difíceis.

Ó Maria concebida sem pecados, rogai por nós que recorremos a Vós!


quinta-feira, setembro 07, 2017

Morre Cardeal Caffarra, mas suas palavras permanecerão!

Resultado de imagem para cardeal caffarra

Cardeal Carlo Cafarra, um dos signatários das Dubia, acaba de falecer. As palavras seguintes são sua mensagem para as famílias católicas de todo o mundo, nesses tempos de muita confusão. Lembrem-se que foi ele o recipiente da mensagem de Nossa Senhora, por meio da irmã Lúcia em pessoa, que dizia que a última batalha entre o demônio e Nosso Senhor seria em torno da família e do casamento.

"Direi a vocês muito francamente que não vejo nenhum outro lugar fora da família onde a fé em que devemos crer e na qual devemos viver pode ser transmitida de modo integral. Ademais, na Europa, durante o colapso do Império Romano e durante as posteriores invasões bárbaras, o que os monastérios beneditinos então fizeram pode igualmente ser feito, agora, pelas famílias de crentes, no reino atual de um barbarismo espiritual-antropológico. E graças a Deus elas (as famílias fiéis) existem e ainda resistem.

"Um pequeno poema de Chesterton me traz esta reflexão; ele o escreveu no começo do século XX: The Ballad of the White Horse. É uma grande meditação poética sobre um fato histórico. Este tem lugar no ano de 878. O Rei da Inglaterra, Alfredo, o Grande, acabara de vencer o Rei da Dinamarca, Guthrum, que tinha invadido a Inglaterra. E então houve um momento de paz e serenidade. Mas durante a noite depois da vitória, o rei Alfredo tem uma terrível visão: ele vê a Inglaterra sendo invadida por outro exército, que é descrito assim: '...ele veio com pergaminho e lápis [um exército estranho, de fato, que não tem armas, senão papel e lápis - Cardeal Caffrra], e sério como um clérigo barbeado. Por este sinal deveis reconhecê-los. Que eles arruínam e trazem as trevas. Conhecedes vós o velho bárbaro. O bárbaro está de volta.'

"As famílias católicas são a verdadeira fortaleza. E o futuro está nas mãos de Deus."


terça-feira, setembro 05, 2017

Porta-voz de Macron prevê ansiosamente um presidente mussulmano para a França



Esse fulano da foto é Bruno Roger-Petit, porta-voz de Macron. Ele prevê um presidente mussulmano para a França num futuro próximo.

Ele diz:

"Sim, a França vai mudar, como sempre mudou. Sim, os franceses de cultura mussulmana vão parmanecer, não partirão, e não serão jamais deportados. Sim, as culturas vão se misturar, como sempre fizeram, desde a antiguidade sobre o território que chamamos França. Alhures isto já começou.

"Sim, haverá um dia, antes do final do século, um presidente francês cujo nome será Maomé, ou Ahmed, ou Norredine. Esta é uma perspectiva formidável, porque segundo a história, ao contrário do que dizem, este será autenticamente francês."

Desconhecimento, ingenuidade ou má fé? Aos leitores a interpretação!

Santa Joana D'Arc rogai pela sua França!


quarta-feira, agosto 30, 2017

Comparem os dois comportamentos!

CHEFE DO ESTADO MAIOR CANADENSE PARTICIPA DA PARADA DO ORGULHO GAY E CONVIDA TRANS A SE ALISTAREM NO EXÉRCITO

JPEG - 84.7 ko


Com cada vez mais frequência, em diferentes países ocidentais, os militares e os políticos participam uniformizados nos desfiles de homossexuais. Mas pela primeira vez no Canadá, o chefe do Estado Maior da Defesa, o general Johathan Vance, tomou parte pessoalmente na parada do orgulho gay, cercado de outros oficiais superiores de seu estado-maior.

O general Vance declarou, em particular, na ocasião:

"Os homens e mulheres, os trans das Forças Armadas canadenses, eu os encorajo a ficar conosco. Pensem numa carreira nas Forças Armadas canadenses."




MINISTRO DA DEFESA HÚNGARO ORDENA A SEUS OFICIAIS A LUTAREM CONTRA A IMIGRAÇÃO ILEGAL E A GUARDAR A FÉ CRISTÃ.




Deve-se ler e reler essas palavras de István Simicsko, ministro da Defesa húngaro, endereçadas a seus jovens oficiais quando estes prestavam seu juramento, na festa nacional húngara, no último 20 de agosto.

"Para que nossos filhos e nossos netos vivam como húngaros na Hungria, devemos defender nossas fronteiras com todos os meios à nossa disposição, e lutar contra o terrorismo e a imigração ilegal."

"Devemos guardar nossa fé cristã, neste mundo apressado e mutável. Não há outro caminho senão a fé cristã que recebemos de Santo Etienne para nos levar adiante."





segunda-feira, agosto 28, 2017

Amoris Laetitia, o luteranismo a pleno vapor na Igreja Católica

Num extraordinário artigo no site OnePeterFive, o filósofo australiano Josef Seifert faz um exercício simple de lógica para mostra como a encíclica do Papa Francisco leva a impugnação da obrigação de seguir qualquer mandamento da Lei de Deus. O artigo se intitula Será Que a Lógica Pura e Simples Ameaça Destruir Toda a Doutrina Moral da Igreja Católica? Ele se demora no item AL303, da mencionada encíclica. Vou reproduzi-lo abaixo, como consta do site do Vaticano, em língua portuguesa:

"303. A partir do reconhecimento do peso dos condicionamentos concretos, podemos acrescentar que a consciência das pessoas deve ser melhor incorporada na práxis da Igreja em algumas situações que não realizam objetivamente a nossa conceção do matrimónio. É claro que devemos incentivar o amadurecimento duma consciência esclarecida, formada e acompanhada pelo discernimento responsável e sério do pastor, e propor uma confiança cada vez maior na graça. Mas esta consciência pode reconhecer não só que uma situação não corresponde objectivamente à proposta geral do Evangelho, mas reconhecer também, com sinceridade e honestidade, aquilo que, por agora, é a resposta generosa que se pode oferecer a Deus e descobrir com certa segurança moral que esta é a doação que o próprio Deus está a pedir no meio da complexidade concreta dos limites, embora não seja ainda plenamente o ideal objectivo. Em todo o caso, lembremo-nos que este discernimento é dinâmico e deve permanecer sempre aberto para novas etapas de crescimento e novas decisões que permitam realizar o ideal de forma mais completa."

Vou agora reproduzir um texto de Eric Voegelin sobre a sola fide, que se encontra nas páginas 297-98, do vol. IV das Histórias das Ideias Políticas: Renascença e Reforma. Deixo aos leitores a avaliação da ideia sugerida pelo título deste post.

"Como podemos dizer, pergunta Lutero, que apenas a fé justifica, considerando os mandamentos bíblicos de que o homem tem de obedecer a fim de ser justo perante Deus? A fim de manter a doutrina, temos de entender a Bíblia como dividida em duas partes, as leis do Velho e as promessas do Novo Testamento. As leis nos ordenam a praticar "várias boas obras"; mas o simples ordenar não as obtém. Ensinam-nos o que fazer; mas não nos dão a força de fazê-lo. Daí, a enumeração dos mandamentos tem de ser tomada como tendo o propósito de fazer o homem consciente de sua fraqueza, de sua inabilidade de realizá-los. O mandamento para não ser invejoso é a 'prova' de que somos todos pecadores, pois nenhum homem pode existir sem concupiscência 'faça o que ele quiser'. Ao medir seu desempenho pelo mandamento, o homem aprende a perder a confiança em si mesmo e a procurar por ajuda em outro lugar; quando entendeu seu próprio fracasso, experimentará ansiedade e medo da danação; sentir-se-á humilde e aniquilado, pois não pode encontrar nada em si que faria dele justo, e, finalmente, ele se desesperará.

"Quando o homem desceu até o estado de desespero, está pronto para receber a promessa: 'Se queres livrar-te de tua paixão má e do pecado crê em Cristo, em quem te prometo toda graça, justiça, paz e liberdade; crê, e terás; não creias, e não terás'. (...) Tudo o que o cristão precisa é de sua fé. O cumprimento dos mandamentos não é necessário para o justo; ao libertar o homem dos mandamentos, a fé liberta o homem das consequências do cumprimento impossível"

Então, depois de 500 anos, esse heresiarca, pervertido e egocêntrico ainda nos assombra, tendo penetrado até, ao que parece, na Santa Sé.

terça-feira, agosto 08, 2017

Macron planeja a islamização oficial da França




Revelações do Wikileaks dão conta de que Macron prepara uma completa islamização da França. Um dos documentos vazados intitulado Reforçar as Condições de Emergência de um Islã Local diz textualmente o seguinte.

A emergência de um islâ francês requer que se facilite a constituição de um islã local integrado:
 - Constituiir quadras confessionais nos cemitérios municipais (modificar os artigos L. 2213-9 e L 2223-13 da CGCT)
 - Autorizar a união de associações para a construção de lugares de culto (completar o artigo 20 da lei de 1905)
 - Oferecer a possibilidade a todas as coletividades a garantia de empréstimos a associações religiosas para a construção de locais de culto
 - Indicar no PLU os espaços reservados à edificação de locais de culto

Vantagens e oportunidades
> Favorecer a ancoragem local dos mussulmanos
> Reduzir as desigualdades de situação entre os cultos, facilitando um patrimônio imobiliário de culto
> Facilitar a aquisição de terrenos para a construção de templos

Riscos e inconvenientes
> Risco político - oposição dos cidadãos em luta contra o que poderia parece "acomodações razoáveis"
> Risco jurídico - fim da neutralidade dos espaços públicos nos cemitérios consignado na lei de 1905.

Notem que o processo é detalhado e mostra quão profundo é o envolvimento de Macron com a invasão islâmica da França, inclusive com mudanças específicas de legislação. Como uma nação católica como a França chegou a este estado!

Mais sobre a islamização da França:

Santa Joana D'Arc rogai pela sua França!

terça-feira, junho 20, 2017

Perguntam-me sobre declarações do Papa Francisco

Há sempre leitores que me perguntam sobre as declarações do Papa Francisco, que muitas vezes são feitas em entrevistas, dentro e fora de aviões. Outras vezes, como na Laudato Si, são encíclicas, que gozam de um status bem mais alto que entrevistas. 

Eu encaro as entrevistas como meras opiniões pessoais do Papa. Algumas, reconheço, ele não devia expressar. Delas pode-se dizer que são de uma pessoa que desconhece o assunto e se arvora a dar opiniões como qualquer mortal mal informado. O que fazer? Bem, eu faço como faço com qualquer mortal mal informado: desconheço, já que as circunstâncias não me permitem dialogar com o Papa.

Com documentos como a Laudato Si, devemos reconhecer que a encíclica não toca em fundamentos da fé católica e está repleta de ciência provadamente falsa. Os consultores do Papa estão completamente desinformados, ou são gente de péssima índole e estão a serviço de uma agenda globalista bem objetiva. Mas, de novo, como não tenho acesso ao Papa, desconheço solenemente tudo o que é dito ali. Isto não afeta no mais mínimo detalhe a minha Fé. Aliás, minha Fé não depende nem do Papa, nem dos Cardeais, nem dos padres. Se nossa fé dependesse disso, não teríamos fé. 

Além disso, os leitores podem consultar a aba "Papa Francisco" do blog, que reúne os posts que já escrevi sobre o papado.

O que sempre faço, e é obrigação de todo católico fazer, é rezar pelo Papa. Minha intenção, no terço diário é simples: pelo Papa Francisco, para que ele esteja sempre aberto às inspirações da Santíssima Trindade!

Que São Silvério, Papa, rogue por todos nós e, especialmente, pelo Papa Francisco!

terça-feira, junho 13, 2017

Hoje é dia de Santo Antônio!

Santo Antônio de Lisboa foi um santo extraordinário. Um dos maiores taumaturgos que já existiu. Mas uma coisa chama a atenção: sua língua está preservada há mais de oito séculos. A lingua, aquele órgão que mais pode nos fazer perder a alma. Há muitas referências bíblicas sobre o perigo de nossa língua, o quanto ela pode nos fazer pecar. Cito duas aqui. "Quem guarda sua boca e sua língua, preserva a sua alma de angústias" (Prov. 21:23). "Não é o que entra pela boca que mancha o homem, mas aquilo que sai da boca, isto é que torna imundo o homem" (Mt 15:11).

Assim, a preservação da língua de Santo Antônio, justo a língua!, só a língua!, é um sinal de Nosso Senhor. Ele, que é o Verbo de Deus, o Logos Encarnado, escolheu preservar o órgão do logos humano do grande santo, aquele que nos permite transmitir palavras que podem ser de salvação ou de danação, para nós e para nossos semelhantes. O Logos Encarnado nos fala através da língua de Santo Antônio, de sua preservação. Que nós não sejamos surdos a esta delicada advertência de Nosso Senhor: quem guarda a língua preserva a alma; o que sai pela boca pode matar, mas pode salvar!

Que Santo Antônio fale a Deus por nós.

domingo, junho 11, 2017

A derrocada da Europa



Mais um sinal de que o fim da Europa, e com ela de toda a Civilização Ocidental, pode ser visto num fato curioso e alarmante. Os líderes políticos das quatro maiores economias da Europa não têm filhos ou netos. Ou seja, não formaram famílias; talvez nem saibam o que é isto. Os comandantes da Suécia e Holanda, também não constituiram uma prole.

São indivíduos isolados trabalhando para a destruição do pouco que resta de civilização no velho mundo.

sábado, junho 10, 2017

Sinais alarmantes emitidos pelo CERN: ciência e bruxaria


Desejo mostrar aqui três sinais alarmantes que vêem deste centro de pesquisas físicas que, supostamente, está interessado apenas em desvendar os mistérios da natureza, para o bem da humanidade. Já fiz alguns comentários sobre ele aqui.


O primeiro sinal se refere a dois símbolos: o monumento a Shiva, deusa da destruição, em frente à instituição (já mostrado no post citado) e o símbolo do próprio CERN, que vai abaixo.
O símbolo é auto-explicativo.

O segundo sinal vem de um vídeo institucional, sobre simetria, um conceito muito importante em física. É um vídeo que tem uma simbologia no mínimo estranha. É impossível não perceber algo (ou muito ) de satânico na filmagem. 


SYMMETRY - CERN dance-opera film (official trailer) from TRUTH.IO on Vimeo.

O terceiro sinal vem da cerimônia de inauguração do túnel Gottard, em junho do ano passado. Trata-se de uma ópera demoníaca encenada no túnel com a presença de muita gente importante, incluindo-se: Angela Merkel (chanceler alemã), François Hollande (então presidente da França) e Mateo Renzi (primeiro ministro italiano. A ópera é longa mais é completamente explícita em sua simbologia.




Quem puder ler francês, não deixe de acessar este link, com uma história muito mais completa.

sábado, junho 03, 2017

Ciência moderna é bruxaria!



Para a maioria das pessoas a sigla CERN (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire) evoca as mais sérias idéias sobre a ciência e sobre pesquisadores na fronteira da ciência, desvendando os segredos da natureza, para o bem da humanidade. Afinal trata-se de uma organização científica multi-bilionária na área mais nobre da Física. Física é a rainha das ciências, um paradigma moderno do que é ser uma ciência. Ou seja, tudo que quer ser ciência hoje, deve se parecer com a Física.

Pois bem, o símbolo que aparece na frente da sede do CERN, em Genebra, é a deusa Shiva da destruição. Recentemente foi divulgado um vídeo perturbador de cenas acontecidas dentro do CERN de algo que parece a encenação de um ritual satânico de sacrifício humano, próximo à deusa Shiva. A Veja deu a notícia, já alegando ser falso o sacrifício. As imagens do vídeo são perturbadoras pelo que são, e mais ainda por acontecerem onde acontecem. A falsidade da coisa ainda não foi provada e muito pode ser dito a respeito. O leitor pode encontrar informações muito mais relevantes sobre o acontecimento aqui.

Dentre outras coisas é importante mencionar o seguinte:

1. O físico Sergio Bertolucci admitiu publicamente que o colisor de hádrion do CERN poderia potencialmente abrir uma "porta" para uma "outra dimensão". "Dessa porta pode vir alguma coisa ou podemos enviar alguma coisa", ele afirma. Será que o CERN vai se tornar o maior e mais caro centro espírita do mundo?

2. Um mistério insondável está acontecendo agora, neste final de semana, quando a Diretora Geral do CERN, Fabiola Gianotti, é uma convidada da reunião do Clube Bilderberg, que acontece nos EUA. O que teria a ver o CERN com esta reunião da elite mundial dos globalistas ninguém exatamente sabe. Como a Física servirá para o controle do mundo é realmente um mistério. Mas talvez o ritual satânico e as esperanças espíritas do CERN sejam uma pista que deve ser seguida.

Tenho dito, há alguns anos, que a ciência moderna se aproxima rapidamente da bruxaria e todos se espantam. Mas as notícias mais recententes teimam em me dar razão.

quarta-feira, maio 24, 2017

Palestra de lançamento do Manual Politicamente Incorreto da Ciência: Próximo domigo, após a Missa

Minha palestra acontecerá domingo próximo, 28/05, após a Missa, que será celebrada na Capela Nossa Senhora do Líbano (Floresta), em Belo Horizonte, MG, às 8h00. A palestra começará em torno das 9h50.

Haverá 15 exemplares para venda, a R$50,00 cada.

Todos estão convidados.

sábado, maio 20, 2017

Palestra amanhã: 100 anos de Fátima


Minha palestra sobre os acontecimentos de Fátima e os posteriores acontecerá amanhã, 21/05, após a Missa, que será celebrada na Capela Nossa Senhora do Líbano (Floresta), em Belo Horizonte, MG, às 8h00. A palestra começa em torno das 9h50.

Todos estão convidados.

segunda-feira, maio 08, 2017

Eleições na França, o islã e a mensagem de Nossa Senhora em Fátima

Fátima, nome da cidade dos pastorzinhos a quem Nossa Senhora apareceu em 1917, era a filha predileta de Maomé. Além disso, a região de Fátima foi palco de grandes batalhas para a libertação de Portugal do jugo mulçumano. Todos os detalhes de todas as aparições de Nossa Senhora são significativos, Não podemos desprezar que Nossa Senhora escolheu Fátima como lugar das aparições.

Além disso, nossa Mãe falou dos erros da Rússia e nos advertiu sobre como enfrentá-los. Nós recusamos. Os erros da Rússia se espalharam. A visão de mundo comunista (para muito além de questões econômicas menores) se impantou em todos os países do mundo, mesmo nos menos aparentemente comunistas. Todo o comportamento, todo o controle social, todas as normas morais, todas as modas, são moldadas pelos erros da Rússia. Sem isso a invasão islâmica do ocidente não seria possível, ou pelo menos seria dificultada. Há uma relação estreita entre Rússia e Islã.

Documentos vazados na última sexta-feirta mostram claramente a estratégia de Macron, um boneco na mão de globalistas, de islamizar completamente a França, como a Merkel está fazendo com a Alemanha.

Se tivéssimos obedecido nossa Mãe em 1917, ela teria convertido a Rússia e nada disso estaria acontecendo. A história do século XX e deste século é a história do pouco caso que fizemos de uma ordem de Nossa Mãe. Essa é a maior tragédia do mundo atual.

Para nós, sobra as outras ordens que ela nos deu: o terço diário e a devoção dos primeiros sábado.

Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós e pela França!


domingo, maio 07, 2017

100 anos de Fátima!

No próximo sábado, dia 13, comemoraremos os 100 anos do aparecimento de Nossa Senhora aos pastorzinhos de Fátima: Lúcia, Jacinta e Franscisco. Os dois últimos, já beatos, serão canonizados neste dia. Seleciono abaixo alguns posts do blog sobre Fátima e suas consequências.








Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

segunda-feira, maio 01, 2017

Libido Dominandi, psicanálise, sociedades secretas e o sacramento da Confissão



Traduzo e transcrevo abaixo trecho do livro de E. Michael Jone, Libido Dominandi: sexual liberation and political Control. Ele se refere à profunda semelhança entre a psicanálise o o método do criador dos Illuminati, Adam Weishaupt. Iluminismo aqui é a doutrina dos Iluminati.

No coração da psicanálise encontramos Freud, como o paradigmático analista, tendo como papel, em suas palavras, de "padre confessor". A manipulação tanto da confissão quanto do exame de consciência como o coração do Iluminismo é um fato bem estabelecido. Adam Weishaupt foi instruído por jesuítas por oito anos. Na criação de sua sociedade secreta (Illuminati), Weishautp simplesmente tomou os Exercícios Espirituais de Inácio de Loyola, mais especificamente o exame de consciência, e os "iluminou". Weishaupt é um caso exemplo de ambivalência quando se fala de jesuítas. Ele os odiava e, mesmo assim, contou a Friedrich Muenter que, quando jovem, ele quase se tornou um deles. Tirando do exame de consciência todo o conteúdo sobrenatural e removendo os controles sobre a Confissão estabelecidos pela Igreja Católica (principalmente a noção de confidencialidade, intrínseca ao segredo confessional) Weishaupt transformou a confissão num instrumento de manipulação e controle. O exame de consciência fora do ambiente confessional se tornou seelenspionage (espionagem da alma). Ao invés de liberar o penitente do pecado, tornava-o cativo ao seu controlador, suscetível a chantagem e, muito frequentemente manipulado segundo suas paixões, descritas em detalhe ao seu "confessor". Iluminismo não é a adoção da espiritualidade de Inácio; é a sua corrupção.

domingo, abril 30, 2017

Santa Catarina de Sena rogai por nós!

Abaixo os links de alguns posts sobre a grande santa da Igreja. Nela veneramos a mulher católica, corajosa, mãe de todos os seus filhos!





terça-feira, abril 25, 2017

Falsificações da Ciência: livro que traduzi

Acaba de ser publicado um livro que traduzi, cujo assunto é a falsificação da ciência em nome de agendas políticas, sociais, ideológicas, globalistas, etc. Leiam o livro e aprendam como o pessoal nos engana sobre quase tudo.



Para comprar o livro clique aqui.





sexta-feira, abril 21, 2017

Falsificações da Ciência

Um leitor, Thiago, deixou um comentário sobre a postagem "Ainda a Libido Dominandi: mecânica e eletricidade 

Ele diz: "Não entendi a relevância dessa citação. Se a eletricidade foi usada como propaganda do materialismo no século XIX, não é mais hoje. Qual o ponto aqui? "

Acho a dúvida relevante. Para saná-la é preciso entender que a informação de que a ciência está sendo instrumentalizada pelos ateus é muito importante. Significa que a ciência está sendo usada para um propósito que não é dela. A verdadeira ciência não emite opiniões sobre a existência ou não de Deus, sobre a existência ou não de fenômenos sobrenaturais. Sobretudo, a ciência não tem nada a dizer sobre a moral. Isso tudo está fora do escopo da ciência; todo grande cientista sempre soube disso. São os ideólogos e ateus militantes que estão sequestrando a ciência (aqui e aqui).

O segundo ponto a considerar é que a ciência da eletricidade (e do magnetismo) tem sido usada até hoje para enganar. Quem nunca viu falar a respeito de água magnetizada, travesseiro e colchão magnético, etc. Quem já não viu alguém afirmar que é bom andar descalço para descarregar as energias do corpo. Quem já não se deparou com alguém falando de energia vital, aura, energia de vida, etc, num contexto completamente materialista. A ideia de que o ser humano é só uma concentração de energias diferentes e que através da manipulação destas é possível curar, aumentar a duração da vida, trazer felicidade, etc, é uma consequência de todo esse movimento iniciado há 200-300 anos. 

Entender isso é importante para enfrentarmos os falsificadores contemporâneos que falam da teoria da evolução como algo científico, do aquecimento global como fato comprovado, além, é claro, de todo o estabelecimento de uma ditadura médica que nos pretende determinar o que e como comer.

"O ponto aqui", Thiago, é este!