sexta-feira, outubro 31, 2014

Elton John canoniza Papa Francisco.

Elton John, segundo dizem, ajudou a arrecadar recentemente 3,7 milhões de dólares cantando seus sucessos clássicos para importantes convidados (Alec Baldwin, Neil Patrick Harris, Cynthia McFadden, Al Roker, o governador de Nova York Andrew Cuomo) em Cipriana Wall Street. Ao longo da noite, o legendário cantor falou de seu compromisso em acabar com a epidemia de AIDS e também cantou loas ao Papa.
 
"Ele é um homem compassivo e amoroso que quer todos incluídos no amor de Deus", ele comentou. "É formidável o que ele está tentando fazer contra muitas, muitas pessoas na Igreja que se lhe opõem. Ele é corajoso e destemido, e isso é o que precisamos no mundo de hoje... Façam dele um santo, ok?"
 

Leitora anônima se orgulha do dia da mulher!

Recebi um comentário, no post Dia 8 de março: o que comemorar?, de uma anônima (imagino que seja mulher!) que não publicarei, mas que responderei brevemente aqui.
 
Ela diz:
 
“Professor, é com muito orgulho que comemoro o dia da mulher. Agradeço todas as conquistas obtidas por outras mulheres ao longo da história que me permitiram hoje ter liberdade para escolher como me vestir, agir ou estudar.
“A luxuria e a crueldade obviamente são inerentes ao ser humano e não ao paganismo ou à mulher. Muitos mataram e torturam em nome de Deus e da moral, queimando "bruxas". Hoje, muitos continuam a fazer isso por meio do discurso.”
 
É de pasmar que com tantas conquistas uma mulher se esconda atrás do anonimato para se dizer orgulhosa do dia da mulher. Leitora anônima, será que dentre todos os direitos da mulher se esconde a covardia? Mas ela se mostra completamente doutrinada nas mentiras que se conta sobre a Inquisição e a caça às bruxas (ela coloca a palavra entre aspas como se elas não existissem!).
 
Depois ela finge que leu o post, ou se leu não entendeu, ao dizer que a luxúria e a crueldade são inerentes ao ser humano. Ela está a ensinar a um católico acerca do Pecado Original, vejam só que empáfia! É claro que eu não disse que a crueldade e a luxúria é obra do paganismo, pois li o Gênesis e, com a graça de Deus, entendi bem o recado. Eu disse apenas que o paganismo faz desses dois pecados um sistema, tanto o paganismo anterior quanto o atual.
 
Bastava a essa moça ler um pouquinho mais, além das besteiras que lê, para se informar de como a situação da mulher melhorou na Idade Média, em relação à antiguidade, e piorou muito a partir da Renascença, desembocando no que é hoje. Para não esgotar as energias mentais da leitora, sugiro que ela leia um texto curto, escrito por uma pesquisadora, grande historiadora, que não tinha motivos para enaltecer o sistema medieval católico, pois era protestante. Refiro-me ao texto Mulher sem Alma, de Regine Pernoud. Lá a orgulhosa e anônima leitora encontrará informações históricas precisas que poderão até causar-lhe uma exaustão mental: por exemplo, a mulher (inclusive e principalmente as casadas) medieval votava e exercia profissões das mais variadas (professora, médica, boticária, estucadora, tintureira, copista, miniaturista, encadernadora, etc.) Saberá ainda que foi na Renascença, esta época pintada pelas mentiras históricas clássicas como da liberdade e emancipação, que a mulher começou a ser considerada inferior ao homem. De lá para cá, com o iluminismo e a Revolução Industrial a situação piorou muito e só o catolicismo pode salvar a mulher do naufrágio completo.
 
Pois é, a leitora ainda me dá uma “lição” quando diz: “Não cabe mais a pessoas conscientes pensar que a mulher é uma "santa" ou um "víbora", pois esse pensamento maniqueísta não explica a complexidade que nós- humanos- possuímos.”
Viram como ela me chama de maniqueísta? Ai, ai, ai! Será que ela já leu alguma sobre o maniqueísmo, meu Deus? Ela acha que maniqueísmo é um sistema que classifica as pessoas entre santas e víboras e levanta contra esse “sistema” a complexidade dos seres humanos. Meu Deus!, quanta ignorância numa só frase (ou duas)! É incrível como as heresias antigas conseguem ter sobrevida na atualidade! Viva o profeta persa Mani! À leitora sugiro uma leitura de maior fôlego do que a que sugeri acima: lei Santo Agostinho contra os maniqueístas. Leia Santo Ireneu contra os hereges. Leia As Grandes Heresias, de Hilaire Belloc.
Vou poupar os leitores das asneiras mais candentes que a leitora consigna no comentário, razão pela qual não o publico.

quinta-feira, outubro 30, 2014

Missa tridentina do IBP em BH neste sábado, 1 de novembro!

Está confirmada a Missa Tridentina na Igreja Nossa Senhora das Graças e da Medalha Milagrosa* no primeiro sábado de novembro, dia 01, às 15 horas.
 
Celebrante: Padre Renato Arnellas Coelho
 
Após a Missa haverá uma palestra e, depois, atendimento a Confissão.
 
A Magnifica Promessa dos Cinco Primeiros Sábados
 
* Endereço da Igreja Nossa Senhora das Graças:
Endereço: Rua Jequiriça, 54 - Concórdia Cidade: BELO HORIZONTE
CEP: 31110-840 Telefone: (31)3442-2315 - Fax: (31)3442-2315

segunda-feira, outubro 27, 2014

Considerações de Carlos Nougué sobre o resultado das eleições.

1)  Devemos padecer a opressão como verdadeiros cristãos: com discrição e paciência. Não devemos rebelar-nos como se rebelam as gentes em convulsões políticas destituídas de senso do sobrenatural; nem participar de protestos e de bravatas que antes desviam do reto caminho para a perfeição no sofrimento.
 
2) Não podemos afastar-nos um iota de confessar – sempre que necessário – a lei natural e a lei divina positiva. Mas, como dizia S. Tomás de Aquino, devemos padecer a tirania oferecendo-o a Cristo, e obedecendo-lhe a ela no que não fira centralmente aquelas leis (ainda que de foro interno não adiramos a tal).
 
3) Um coisa é votar num mal menor; outra, completamente diferente e contrária ao dever católico, é apoiá-lo, defender forças que, conquanto constituam mal menor, são todavia um mal – e, no caso brasileiro, grande mal. Aliás, do triste espetáculo a que acabamos de assistir também são responsáveis as forças menos más de uma sociedade arruinada.
 
4) Nossas armas: os sacramentos; a oração, o suplicar capacidade para suportar o mal e para resistir àquilo a que, sempre com prudentia ou frónesis, é preciso resistir; e estudo, e artes; e vida familiar, o mais recolhida possível. Afastar-se das vaidades públicas.
 
Perguntava-se S. Tomás de Aquino por que Deus permite que os povos padeçam tirania. Porque não têm fé – respondia o Santo do alto de sua lucidez realista – e porque cometem imensos pecados contra as leis divinas.
 
E a isto já nada tenho que acrescentar eu, um simples laico.
 
Que Deus nos proteja e fortaleça.
 
Em tempo. Pedimos a Deus que afastasse de nós um cálice amargo. Sempre que o pedimos, porém, devemos imediatamente dizer-Lhe: Mas seja feita a Vossa vontade.   

C. N.

domingo, outubro 26, 2014

Votamos hoje contra o PT, mas também contra a CNB do B e contra o Vaticano II!

A alguns pode parecer excessivo o título do post; explico-me. Um dos pilares da constituição e do sucesso do PT foi a Igreja do Vaticano II, a dos D. Helders, dos D. Evaristos Arns, dos Pedros Casaldáligas, dos padres de passeatas, das famigeradas CEB's, das pastorais disso e daquilo. Todas essas figuras saíram do forno do CVII, de sua não condenação do comunismo, de sua omissão em todos os seus documentos acerca da doutrina do Inferno. A Igreja conciliar criou um Jesus Cristo comunista avant la lettre, que não mandava ninguém para o Inferno; um Jesus banana, água-com-açúcar, um hippie paz-e-amor. Que melhor Jesus poderia haver para os devassos, corruptos, comunistas daquela juventude que viria a se tornar membros do PT?
 
A Igreja conciliar construiu o PT, a CNB do B incensou todos os seus candidatos. Hoje, os católicos podemos dar um basta nisso!
 
Cristo-Rei, misericórdia!

quinta-feira, outubro 23, 2014

Lula erra na história e na teologia! Será que tinha bebido?

Lula em palanque disse: “Outro dia eu disse para eles: vocês são mais intolerantes do que Herodes, que matou Jesus Cristo por medo de ele se tornar o homem que virou."
 
Bem, eles são os apoiadores de Aécio, claro. Mas o que é interessante é a ignorância suprema de quem foi o primeiro mandatário de nosso pobre país. Herodes mandou matar os Santos Inocentes, as criancinhas até dois anos de idade, na esperança de matar Jesus.
 
Judas conspirou contra Jesus porque esperava que Ele fosse um líder político, talvez ao estilo Lula; Ele não foi. Os fariseus O mataram porque tinham medo de Ele acabar com a boquinha deles como líderes espirituais; boquinha parecida  com a que Lula tem medo de perder, se Aécio vencer. Lula está muito mais para Herodes e os fariseus do que qualquer um.
 
Lula fala de Jesus Cristo com a mesma sem-cerimônia com que afirmou que era um homem sem pecados, quando comungou no Vaticano. Por exemplo, fala de Jesus como um homem: "o homem que virou". Esse talvez seja mesmo o conceito que entretêm os padrecos que, através das famigeradas pastorais da Igreja do Vaticano II, formaram a massa de manobra de eleitores do PT. Essa heresia é antiga; começou com Ário, no século IV e quase destruiu a Igreja. Mas Lula não é herege por não ser católico; é apenas e sumamente mal intencionado e ignorante. 
 
A CNB do B está para ser derrotada nas urnas no próximo domingo; seu partidinho querido, aquele que ia construir o reino de deus (em minúscula) na terra (o mesmo sonho de Judas), nos deu o mensalão e o petrolão. Todos os profetas do reino de deus na terra nos deram miséria e terror.
 
Que Nosso Senhor Jesus Cristo, Deus e homem, nos ilumine neste próximo domingo!
 
Santo Antônio Maria Claret, rogai por nós.

quarta-feira, outubro 22, 2014

A história do Sínodo.

Ainda demorará certo tempo para que toda a história do Sínodo da Família seja contada em seus mais mínimos detalhes. Mais alguma coisa já pode ser dita.
 
1. Que houve a tentativa de um golpe modernista, com a divulgação da versão preliminar do Relatio. Os modernistas esperavam o aplauso da mídia secular, atéia, materialista, gaysista, etc. Eles estava certos. Os aplausos vieram e em grande estilo.
 
2. Nos dias seguintes, e isso os modernistas não esperavam, houve a reação da mídia católica conservadora, que não só analisou a versão preliminar como qualquer fiel católico deveria fazer, mas também deu voz aos bispos menos modernistas do Sínodo. Além disso, ela estava presente nas audiências públicas dos bispos e lhes faziam perguntas diretas, ao modo católico de arguir; quase nunca obtinham respostas católicas. Começou a se organizar, assim, um movimento de repúdio ao documento. Os modernistas, que não contavam com isso, ficaram atônitos. A própria mídia secular se espantou com a organização dos fiéis católicos. Começaram a se perguntar: quem são vocês, seres estranhos que defendem valores católicos tradicionais? Vocês nunca apareciam por aqui, por que agora?
 
3. Depois de uma cobrança pública do Cardeal Burke, alto prelado no Vaticano, as coisas começaram a esquentar e graças a Deus, houve, ao que tudo indica, uma interferência direta do Papa, e coisas importantíssimas aconteceram: o documento definitivo do Sínodo foi distribuído aos órgãos de imprensa, juntamente com o pronunciamento do Papa Francisco; cada parágrafo do documento foi votado em separado, e os números de cada votação foram tornados públicos.
 
O conluio de modernistas com a imprensa secular, que garantiu o sucesso do Concílio Vaticano II, parece ter encontrado resistência agora. O "show de mídia" parece ter sido contrabalançado. Os fiéis católicos, através de uma mídia que cresceu ao longo dos anos, usando a seu favor a tecnologia, conseguiram verbalizar o escândalo que estava por acontecer. Fossemos assim organizados na década de 1960 e, talvez, a tragédia do Vaticano II não tivesse acontecido.

segunda-feira, outubro 20, 2014

Minha entrevista no ConaLit.

Há poucos dias, concedi uma entrevista ao ConaLit, Congresso de Literatura e História Pessoal. Para mim foi uma oportunidade de falar como a literatura influenciou minha vida, principalmente como a literatura de Gustavo Corção de certo modo, me formou.

Quem se interessar vão abaixo os links.

www.conalit.com.br e http://www.facebook.com/conalit