quarta-feira, outubro 17, 2018

Show de manifestos pró-Haddad de reitores e "intelectuais".

Isso tudo me lembra os manifestos dos anos 1990 que apareceram contra a crítica corrosiva que Olavo de Carvalho fazia ao Imbecil Coletivo. Essa corja responde a argumentos com abaixo-assinados. A turminha se sente mais confortável quando junta, mas não apresenta nenhum argumento racional.

Entre os "intelectuais" deste atual manifesto, encontramos Caetano Veloso, Gilberto Gil, Preta Gil, Dráuzio Varella, Casagrande, Juca Kfouri e quejandos. Com essa intelectualidade, não surpreende que a ignorância no Brasil esteja atingido níveis catastróficos. 

Ocorre que o Brasil foi salvo por um intelectual, este mesmo que foi alvos dos antigos manifestos. É um caso único no mundo. Um sujeito sozinho, perdido num amontoado gigantesco de livros, preocupado com assuntos aparentemente alheios à agitação do mundo, com sua obra de formiguinha, em vinte anos, constroi um ambiente em que é possível expulsar o PT da vida nacional. O PT comunista, abortista e ladrão. O Brasil de hoje é obra de um estudioso, que ainda vivo, poderá contemplar os resultados práticos de sua vasta erudição.

Sim, os "intelectuais" e reitores terão a sua hora. Estamos hoje ocupados em vencer o PT no cenário nacional. A luta na academia, embora já tenha começado, aumentará muito de nível. Esperem e verão. Essa gangue será varrida das cátedras e dos púlpitos. Atenção também padres e bispos hereges, vocês serão também varridos da história.

Manifesto dos "intelectuais" - clique aqui.

Manifesto dos reitores - clique aqui.

quinta-feira, outubro 11, 2018

A provável falsidade de autoria do decálogo de Lenin

Um leitor chama a atenção do blogueiro para o fato de que o decálogo de Lenin seja falso. Ou seja, que não tenha havido, na obra do indigitado, tal decálogo. O prof. Francisco Castro, de uma maneira delicada, tenta atrair a atenção do blogueiro para este fato dizendo: "Olá Professor, poderia citar o livro ou a fonte onde ele escreveu este decálogo? Obrigado." Veja que o professor não disse que o decálogo era falso, só pediu a referência. Talvez ele soubesse que era falso e só foi gentil. Talvez ele genuinamente quisesse saber a referência. De qualquer modo, agradeço-lhe o comentário.

Não me lembro onde, em 2005, encontrei o decálogo. Mas com a pergunta do prof. Castro, fui lá procurar a fonte. Encontrei uma tonelada de referências ao decálogo e também uma suspeita, bem fundamentada de que o decálogo surgiu da pena de outra pessoa. Assim, não encontrei a fonte e, por hora, tenho de admitir uma grande probabilidade de falsidade da autoria de tal texto.

Mas penso que Lenin subscreveria tal decálogo e ficaria satisfeito de que dele só soubéssemos tal decálogo. Pois que o comunismo é muito mais feio, muito mais cruel, muito mais mortífero do que o que está dito nesses dez mandamentos. 

Esses dez mandamentos são todos verdadeiramente comunistas. Mas há centenas de outros mandamentos, muito mais terríveis.

Considere este decreto: "A partir de 1o. de março de 1919, o direito de possuir mulheres entre 17 e 32 anos está abolido (...). Pelo presente contrato, nenhuma mulher pode ser doravante considerada como propriedade particular e todas as mulheres se tornam propriedade da nação".

Mas há mais. Comentando sobre os objetivos do comunismo, W. Cleon Skousen os classifica em 45 categorias ou itens, dos quais separei alguns poucos relacionados ao decálogo de autor desconhecido. Os números dos itens são os originais.

17. Assuma o controle as escolas. Use-as como correias transmissoras para o socialimso e para a propaganda do comunismo. Suavise o currículo. Assuma o controle das associações dos professores. Coloque a doutrina do partido nos livros-textos

18. Assuma o controle dos jornais dos estudantes.

19. Use as greves dos estudantes para fomentar protestos públicos contra programas e organizações que estão sob ataque comunista. (Nota: O sucesso desses objetivos, da perspectiva comunista, é óbvio. Há alguma dúvida sobre isso?)

20. Infliltrem-se na imprensa. Assuma o controle da crítica literária, da editoria, de posições de elaboração de políticas editoriais.

21. Assuma o controle de posições chave no rádio, TV e indústria cinematográfica.

22. Continue a campanha de descrédito da cultura americana pela degradação de todas as formas de expressão artística. Um comunista americano recebeu a ordem de "eliminar todas as belas esculturas de parques e edifícios", substituindo-as por estruturas desformes, feias e sem sentido.

23. Controle a crítica artística e os diretores de museus. "Nosso plano é promover a arte feia, repulsiva e sem sentido".

24. Elimine todas as leis contra a obscenidade chamando-as de "censura" e uma violação da liberdade de expressão e da liberadade da imprensa.

25. Derrube os padrões culturais de moralidade pela promoção da pornografia e da obscenidade em livros, revistas, cinema, rádio e TV. (Nota: Esta é a agenda granmsciana da "longa marcha através das instituições" explicitamente declarada: tomada gradual dos "meios de comunicação" e o uso desses veículos para corrempor a cultura e enfraquecer a capacidade de resistência do indivíduo)

26. Apresente a homossexualidade, a degenerecência e a promiscuidade como "normal, natural e saudável". (Nota: Hoje, aqueles poucos que ainda tem a coragem de defender a moralidade pública são denunciados e viceralmente atacados.)

27. Infiltre-se nas igrejas e substitua a religião revelada pela religião "social". Desacredite a Bíblia e enfatize a necessidade da maturidade intelectual, que não necessita de uma muleta religiosa. (Nota: Isso tem sido realizado amplamente por meio da infiltração comunista do Conselho Nacional das Igrejas, no Judaísmo Reforma e Conservador e nos seminários católicos.)

28. Elimine a oração ou qualquer expressão religiosa nas escolas com a desculpa de que isso viola o princípio da "separação entre estado e igreja".

40. Desacredite a família como instituição. Encorage a promiscuidade e o divórcio fácil.

41. Enfatize a necessidade de educar as crianças longe da influência negativa dos pais. Atribua à influência supressora dos pais os preconceitos, os bloqueios mentais e o retardamento das crianças.

42. Crie a impressão de que a violência e a insurreição são aspectos legítimos da tradição americana; estudantes e grupos de interesse especial devem se levantar e usar sua "força unida" para resolver os problemas econômicos, políticos e sociais.

Para o bem de todos, devo dar a fonte de tais citações: Naked Comunism, de W. Cleon Skousen.

Assim, penso que Lenin preferiria que ficássemos com o decálogo. A coisa é muito mais feia, se aprofundarmos um pouco mais. O livro de Skousen é uma boa referência.

Repito o que disse no post anterior: Diga-me qual dos dois candidatos à presidência está completamente em acordo com o que vai acima.

quarta-feira, outubro 10, 2018

Recordar é viver: decálogo de Lenin, 1913

Em 29 de agosto de 2005, publiquei o decálo de Lenin. Reproduzo abaixo o texto. Diga-me qual dos dois candidatos à presidência está completamente em acordo com o que vai abaixo.


Decálogo de Lenin, 1913


1.. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;

2.. Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;

3.. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;

4.. Destrua a confiança do povo em seus líderes;

5.. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;

6.. Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação;

7.. Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;

8.. Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;

9.. Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;

10.. Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa.

quinta-feira, outubro 04, 2018

Como votarei em Minas Gerais

Caros, alguns leitores me perguntam como votarei aqui em Minas. Será assim:

17600 Caio Bellote
1760 Coronel Felício
777 Dinis Pinheiro
310 Carlos Viana
30 Zema
17 Bolsonaro

A situação para o Senado é a mais importante em Minas. Temos de evitar que Dilma ganhe a vaga. Carlos Viana é o segundo colocado nas pesquisas e Dinis Pinheiro é apoiado pelo Bolsonaro.

São Francisco de Assis, rogai por nós!

quarta-feira, outubro 03, 2018

Recordar é viver: Candidatos, meu voto está à venda!

Em 22 de agosto de 2008, publiquei um post sobre minhas considerações sobre candidatos a cargos públicos. Republico-o agora, por razões óbvias.

Candidatos, meu voto está à venda!


Como todos sabem, época de eleição é um bom momento para vendermos o voto. Tentando dar um bom exemplo a meus filhos, estou eu aqui a anunciar que meu voto está à venda.

Acautelem-se, contudo, os candidatos afoitos. Meu voto é muito caro. Eu disse muito caro. Não é qualquer depósito em conta no exterior que vai levando meu voto. Não é qualquer mensalão que vai me enganar.

Meu voto irá para o candidato que depositar na Caixa .... de correio lá de casa, uma declaração assinada e com firma reconhecida, com as seguintes afirmações (que devem também constar da propaganda do candidato no rádio e na televisão):

1. O fundamento moral de minhas ações de candidato eleito serão os Dez Mandamentos da Lei de Deus.

2. Caridade é virtude individual. Quando o governo se mete a fazer caridade com o dinheiro público é sinal de vagabundo pondo a mão no salário do trabalhador.

3. Todo cidadão tem o direito de defender a si e a sua família de criminosos e assassinos, inclusive com arma em punho. Porte de arma para o cidadão comum é fundamento da democracia.

4. Todo cidadão tem o direito a educar seus filhos segundo seus próprios valores. Educar o filho em casa é um direito básico da cidadania.

5. A escola, pública ou privada, não tem o direito de doutrinar nossos filhos. Eles têm o direito de receber uma educação baseada na verdade e nos valores da Civilização Ocidental.

6. Lugar de criminoso é na cadeia e cadeia não é colônia de férias.

7. Crimes hediondos devem ser punidos com a pena de morte.

8. ONG significa Organização Não Governamental, portanto nada de dinheiro público financiando esse tipo de organização.

9. Sou a favor de “programas de redução da mortalidade infantil”, por isso sou contra o aborto.

10. Sou favorável à “preservação das espécies em extinção”, por isso sou contra a matança generalizada de cristãos em países comunistas e islâmicos.

Esse é o preço mínimo que estou cobrando dos candidatos que desejarem o meu voto. Se quiserem pagar mais, podem adicionar itens ao decálogo acima. Por exemplo, quem afirmar que existem verdades absolutas, pois ninguém consegue negar isso sem uma afirmação autocontraditória, ganha muitos pontos no meu conceito. Quem fizer algum comentário a respeito da prova tomista, em cinco vias, da existência de Deus, ganha minha mais profunda admiração. Mas basta o decálogo, para ser um candidato de minha predileção.