terça-feira, agosto 08, 2017

Macron planeja a islamização oficial da França




Revelações do Wikileaks dão conta de que Macron prepara uma completa islamização da França. Um dos documentos vazados intitulado Reforçar as Condições de Emergência de um Islã Local diz textualmente o seguinte.

A emergência de um islâ francês requer que se facilite a constituição de um islã local integrado:
 - Constituiir quadras confessionais nos cemitérios municipais (modificar os artigos L. 2213-9 e L 2223-13 da CGCT)
 - Autorizar a união de associações para a construção de lugares de culto (completar o artigo 20 da lei de 1905)
 - Oferecer a possibilidade a todas as coletividades a garantia de empréstimos a associações religiosas para a construção de locais de culto
 - Indicar no PLU os espaços reservados à edificação de locais de culto

Vantagens e oportunidades
> Favorecer a ancoragem local dos mussulmanos
> Reduzir as desigualdades de situação entre os cultos, facilitando um patrimônio imobiliário de culto
> Facilitar a aquisição de terrenos para a construção de templos

Riscos e inconvenientes
> Risco político - oposição dos cidadãos em luta contra o que poderia parece "acomodações razoáveis"
> Risco jurídico - fim da neutralidade dos espaços públicos nos cemitérios consignado na lei de 1905.

Notem que o processo é detalhado e mostra quão profundo é o envolvimento de Macron com a invasão islâmica da França, inclusive com mudanças específicas de legislação. Como uma nação católica como a França chegou a este estado!

Mais sobre a islamização da França:

Santa Joana D'Arc rogai pela sua França!