terça-feira, setembro 12, 2017

Festa do Santíssimo Nome de Maria: uma festa muito inoportuna nos tempos que correm.

A festa do Santíssimo Nome de Maria foi estabelecida por Inocêncio XI, em 1683, em lembrança de uma memorável vitória conseguida pelos cristãos sobre os turcos, com a proteção visível da Rainha do Céu. Cento e cinquenta mil turcos avançaram até os muros de Viena e ameaçavam a Europa inteira. Sobieski, rei da Polônia, veio em socorro da cidade assediada no tempo da oitava da Natividade da Santa Virgem, e se dispôs empreender uma batalha geral. Esse príncipe religioso começa por fazer celebrar uma Missa, que ele mesmo acolitou, com os braços em cruz. Depois de se comungar com fervor, ele se levanta ao fim do Sacrifício e brada: "Marchemos com confiança sob a proteção do Céu e com a assistência da Santíssima Virgem". Sua esperança não foi em vão: os turcos, tomados de um terror pânico, empreenderam a fuga desordenadamente. 

Desde essa época memorável, a festa do Santíssimo Nome de Maria é celebrada na oitava de Sua Natividade. São Pio X fixou a data de 12 de setembro para a festa.

A santíssima Virgem sempre foi uma guerreira celeste contra os mulssumamos e certamente não nos deixará desprotegidos agora, em tempos tão difíceis.

Ó Maria concebida sem pecados, rogai por nós que recorremos a Vós!


Nenhum comentário: