terça-feira, junho 22, 2010

O reverendíssimo Pe. Vagner honra o blog com um comentário

 

“As portas do inferno não prevalecerão”, esta é a promessa de Nosso Senhor. Por isso, Ele não nos deixa sem padres piedosos, que conhecem a Doutrina Sagrada e que sabem defendê-la. Sua benção, Pe. Vagner! Deus lhe pague pela sua corajosa manifestação e por suas palavras a respeito do blogueiro. Reze por mim, padre.

Quero deixar meu humilde ponto de vista.


Se o senhor Angueth estudou ou não filosofia não sei. Mas posso garantir que Santo Tomas de Aquino deve ter ficado alegre lá no céu com a correção do professor Angueth: "Deus é o ser necessário e nós somos contingentes" Simplesmente fantástica esta expressão e digna de um "Filósofo Tomista". Já a expressão do padre Joãozinho não foi muito feliz:" Deus é absoluto. Nós somos relativos. Nossa compreenssão da verdade é relativa".

O tema do relativismo tem sua origem em Descartes (La Haye en Touraine, 31 de março de 1596 — Estocolmo, 11 de fevereiro de 1650), quem formulou o famoso princípio "cógito,ergo sum" (penso logo existo). A partir de então começou o que podemos chamar de "filosofia imanentista" que teve seu apogeu com Hegel (Estugarda, 27 de agosto de 1770 — Berlim, 14 de novembro de 1831). Estes filosfos trocaram o fundamento da realidade que passou a ser o pensamento em vez de ser o SER (ESSE). E as consequencias desse pensamento nefasto nós estamos experimentando nos dias de hoje. O que disse o padre Joãzinho pode ser destrutor: Por exemplo alguém poderia dizer: "O matrimônio deve ser de um homem com a mulher". Outro poderia dizer: "esta é a sua compreenssão da verdade, pois eu compreendo que o matrimônio pode ser de um homem com outro homem" (e poderia aduzir o argumento da "compreensão relativa da verdade")

Por isto a correção feita pelo professor Angueth foi perfeita. A verdade é objetiva mesmo que não a possamos compreender. Ah, como seria maravilhoso se voltassem a ensinar a filosofia de santo Tomas na universidades...

7 comentários:

Anônimo disse...

O que está oculto pertence ao Senhor, nosso Deus; o que foi revelado é para nós e para nossos filhos, para sempre, a fim de que ponhamos em prática todas as palavras desta lei.

Anônimo disse...

Dios nuestro Padre,
Tú que has colmado la vida de tu siervo Gilbert Keith Chesterton con ese sentido del asombro y el gozo, y le diste esa fe que fue el fundamento de su incesante trabajo, esa esperanza que nacía de su perdurable gratitud por el don de la vida humana, y esa caridad para con todos los hombres, particularmente sus oponentes;
haz que su inocencia y su risa, su constancia en combatir por la fe cristiana en un mundo descreído, su devoción de toda la vida por la Santísima Virgen María y su amor por todos los hombres, especialmente por los pobres, concedan alegría a aquellos que se hallan sin esperanza, convicción y calidez a los creyentes tibios y el conocimiento de Dios a aquellos que no tienen fe.
Te rogamos otorgar los favores que te pedimos por su intercesión, [y especialmente por ……] de manera que su santidad pueda ser reconocida por todos y la Iglesia pueda proclamarlo Beato.
Te lo pedimos por Cristo Nuestro Señor.
Amén.

http://www.gkchesterton.org.uk/blog/?cat=9

Pe Vagner disse...

Estimado professor Angueth, foi um prazer deixar minha opnião.
Se o senhor me permite gostaria de prepar um escrito melhor elaborado sobre a "filosofia Imanentista" que tanto mal fez e faz à humanidade. Creio que assim aportaria meu "graozinho de areia" para esclarecer um pouco mais algumas mentes equivocadas.
Grande abraço,
Pe Vagner

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Pe. Vagner,
Sua bençao!

O blog se sentirá mais uma vez honrado em publicar um texto da autoria do senhor. Tenho certeza de que ele em muito contribuirá para a formaçao católica de todos nós.

Em JMJ.

Antônio Emílio Angueth de Araújo.

Anônimo disse...

"Creio que assim aportaria meu "graozinho de areia" para esclarecer um pouco mais algumas mentes equivocadas."

Perfeito. O Pe. Vagner coloca um graõzinho de areia nessa engrenagem já confusa e o que acontece? O diabo dá risadas!

Vou fazer o esforço supremo de ler São Tomás de Aquino.

Que Maria nos recomende ao Seu Filho, e que Ele nos leve a Deus por meio da Doutrina Católica verdadeira.

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Caro anônimo,
Salve Maria!

Seu comentário é a prova de que o diabo está muito infeliz e longe de estar gargalhando. É que as poucas palavras de Pe. Vagner o convenceram de ler Santo Tomás. Palavra de padre piedoso tem realmente este poder, o poder de nos impactar. Graças a Deus, Pe. Vagner resolveu me enviar seu comentário.

Garanto-lhe que este não era o objetivo do diabo. E lembre-se: você terá muitas dificuldades na leitura, mas se você não se desanimar, você sairá da leitura medieval, intolerante ao erro, nem um pouco relativista, nem um pouco iluminista, nem um pouco carismático, nem um pouco protestante. Ou seja, você sairá verdadeiramente católico.

Se sua intenção for verdadeira, suplico-lhe que aceite esta minha oferta: escreva-me (prometo manter sua privacidade, não revelando sua identidade a ninguém), por e-mail (a.angueth@gmail.com), e terei muito prazer em lhe ajudar, no que eu puder, na leitura (recomendo até que você leia algumas coisas antes de enfrentar o texto de Santo Tomás).

Em JMJ.

Antônio Emílio Angueth de Araújo.

Pe Vagner disse...

Boa noite anônino,
Você não imagina a alegria que me deu saber que você fará um esforço (ainda que supremo) para ler Santo Tomas. E isto já justifica o comentário que eu enviei.
Graças a Deus tive contato com "O Doutor Angélico" no seminário. Amei sua doutrina que é clara, lógica, e profunda. Tive (e tenho) a graça de ler Santo Tomas no original em latim (o que já adianto que não é muito difícil).
Você pode começar de a pouco. Também eu, como o professor Angueth, me coloco à sua inteira diposição, para que seu esforço "supremo" seja fácil, leve e agradável.
Destaco que o Magistério da Igreja sempre recomendou o estudo de santo Tomas. Ele já refutou "antecipadamente" todas as heresias que estão surgindo em nosso tempo (refutou as anteriores também).
Por isso volto a repetir: "Como seria maravilhoso se as universidades voltassem a ensinar a filosófia de santo Tomas".
Grande abraço e receba a minha benção+
Pe Vagner