segunda-feira, outubro 18, 2010

Frutos do Concílio Vaticano II

Nota do blog – vai abaixo um texto que embrulha o estômago. Foi postado, como comentário no FratresInUnum, por Cândido. Quem poderia imaginar, há quatro décadas, que teríamos um porta-voz do demônio como pároco da Santa Igreja Católica, usando de tanta loquacidade abjeta. Finalmente vemos à luz do dia o resultado da ambigüidade do texto conciliar, do espírito do concílio e, finalmente, da apropriação da Igreja por hordas de padres e bispos hereges. Termos de ler um padre usar a expressão efeminada “Que tiririquice!” é demais. Proponho a todos os católicos que conseguirem chegar ao final do texto, que façamos uma penitência para desagravar o Coração Imaculado de Maria e o Sagrado Coração de Jesus de tantas ofensas.

____________________________________________

ABORTANDO A ELEIÇÃO

* Por Padre Otto Dana, via Blog do Luís Nassif

Brasileiros e brasileiras! O capeta está solto! Empunhemos nossos terços e Bíblias e até Alcorões, se os houver! Herodes brande a espada afiada contra as criancinhas do Brasil! Ergamos a fogueira! Queimemos os hereges! O aborto e os gays estão espreitando pela janela!

Gente do céu! Que tiririquice! Que babaquice mais que medieval. Que onda inquisitorial graçando em pleno século XXI. A caça às bruxas. O extermínio dos veados. Cruz, credo! Xô Satanás! Estamos apenas tentando eleger um Presidente para o Brasil. Estamos discutindo propostas e projetos para uma boa administração do Brasil. Aborto, gueisismo, pílula, camisinha não é prioridade do momento.

O processo eleitoral corria tranquilo, dentro dos princípios democráticos: discute-aqui- denucia-ali, promete-isso, condena-aquilo, tudo numa boa. De repente a serenidade é detonada por uma horda de aiatolás, talibãs, mulás, numa gritaria ensurdecedora contra os que ameaçam o poder do Altíssimo.

Alguns vestidos de batina (ainda!), outros de mitra e báculo, outros de terno e gravata ostentando Bíblias, todos ecumenicamente de dedo em riste acusador: “ela é a favor do aborto, ele apóia o casamento homem-com-homem, mulher-com-mulher, os dois defendem a distribuição de camisinhas até para as crianças da escola.

Deus do céu! Que atraso! Que tiririquice! Pra começar, arbitrar sobre aborto e formas de casamento é da competência do Congresso Nacional e não do Presidente da República, que apenas sanciona ou veta a disposição do Congresso. Além do mais, aborto e casamento gay nem estão em pauta de discussão, hoje.

Mais importante e pertinente agora é ouvir dos candidatos suas propostas e projetos concretos quanto à saúde, educação de qualidade, distribuição de renda, segurança da população, criação de empregos, formas de apropriação ou não do Estado, relações diplomáticas e econômicas com outros países, transporte, saneamento básico, liberdade de imprensa, desenvolvimento do país, programas sociais, etc., etc.

E mais: estamos num país democrático, regido por uma Constituição Civil e não pelas tábuas da lei de Moisés. É um país democrático e laico e não teocrático, apesar de supostamente religioso. Sua capital é Brasília e não o Vaticano, nem a Canção Nova, nem a sede da Assembléia de Deus, nem a CNBB.

Tentar manipular a consciência do eleitor, ameaçando-o com a ira de Deus é injuriar o próprio Deus que nos criou livres. O dia em que o povo tiver que consultar um aiatolá de plantão tipo Pastor Silas Malafaia, ou um Padre José Augusto (Canção Nova) para votar, é melhor rasgar o título de eleitor e o estatuto da maioridade civil. O que vem se praticando em meios religiosos no momento, é o aborto da eleição, da democracia, da Constituição e do bom senso. Xô Satanás!

* Padre Otto Dana é Pároco da Igreja Sant´Ana em Rio Claro – São Paulo (Diocese de Piracicaba – SP). Seu e-mail é otto.dana@gmail.com

10 comentários:

Magna disse...

Prof. Angueth, sabe o que é lê um artigo desses e não ter uma mínina indignação? De saber que isto ficará impune. Que ele não será excomungado.

Francamente, já não confio nas autoridades eclisiásticas aqui do nosso país. Nem de roma. Ficará tudo impune. Ninguém será afastado.

Deus agirá com justiça. E nisto que confio.

Anônimo disse...

Esse padre fala com um pedófilo seguro de sua impunidade!

Antonio Araujo disse...

Não sou entendido do assunto, mas um bispo comunista ou petista é fruto do concílio vaticano ii? Não será fruto da expansão da cultura marxista? E os padres maçons do século passado? São frutos do concílio vaticano ii? E a série de bispos problemáticos ao longo da história? Na idade média era tudo uma beleza?

Flavio disse...

Não sei como consegui ler até o fim.É tão absurdo que cheguei a duvidar se se tratava mesmo de um padre.

Diante de tal aberração,fiquei com um misto de sentimentos,revolta e indignação,misturados com a desesperança manifestada pela(o)Magna.

abraço e fiquem com Deus.

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Caro Antônio,

UM bispo comunista ou petista, ou UM padre petista ou comunista não é fruto do Concílio Vaticano II; você está certo. Agora, TODOS, ou quase todos os bispos e padres petistas e comunistas, ISTO sim é fruto do Concílio. A expansão cultural marxista que você diz é a MESMA que NÃO foi denunciada pelo Concílio Vaticano II. Talvez você não saiba, mas este foi o primeiro e único concílio ecumênico que não condenou a heresia de sua época.

Nenhuma das épocas anteriores, exceto uma, foi parecida com esta, em termos da invasão herética que ataca a Igreja. Esta única época foi a da heresia ariana, quando quase todos os bispos da Igreja se tornaram arianos; ESTA foi uma época comparável.

Mas você está certo num ponto: a Igreja já passou por muitas épocas ruins, cada qual causada por uma coisa diferente. Hoje a causa é o Concílio Vaticano II. Aliás, veladamente ou não, até Bento XVI já expressou isso várias vezes.

Se você quiser ler algo muito bom sobre o Concílio, leia Iota Unum, de Romano Amério.

Fique com Deus.

Anônimo disse...

Lementável esse padre!

Professor e leitores,

Indicaram-me o livro História da Filosofia, de Giovanni Reale e Dario Antiseri.

Algum de vocês conhece e indica?

Geraldo Correa Filho. disse...

Mas esse cara é padre? Até quando? É a tiririquice encarnada num blog "insuspeitíssimo". Se merecem no "dinheiro vivo".

Anônimo disse...

"Ao ver que ia perdendo o apoio da Igreja à sua protegida Dilma Roussef, cujo abortismo radical e persistente nem os desmentidos de última hora, nem as abjetas e blasfematórias encenações de fé católica da candidata puderam camuflar, o sr. Presidente da República, em desespero, decidiu recorrer ao crime eleitoral explícito: usando o Estado como instrumento de chantagem, ameaçou romper a concordata do governo brasileiro com o Vaticano caso o eleitorado católico se recuse a continuar sendo otário do PT, como o foi servilmente durante tantas décadas por obra e graça de comunistas vestidos de bispos."

Artigo completo em
http://www.olavodecarvalho.org/semana/101018dc.html

INDEX BONORVM disse...

Viva Cristo Rei! Salve Maria!

Palavras não bastam para esse sujeito travestido de padre, mas graças a Deus a justiça não faltará.

Cordial abraço

Anônimo disse...

A paixão cegou o padre, a ponto de não se dar conta de que caiu no fundamentalismo laico, o extremo oposto de sua fúria. Quantos livros sérios sobre a Idade Média - não os panfletos à Voltaire -, terá lido o trêfego padre cujo seminário não lhe deve ter ensinado rudimentos de História da Igreja? Quando um leigo acusa algo de medieval (1000 anos), confessa ipso facto sua incurável ignorância. Sendo padre, a má-fé. Rezemos por mais esse transviado.