sexta-feira, março 30, 2012

Anedotas e exemplos ilustrativos do Catecismo

A Criação

Pergunta: Todos os anjos permaneceram bons e felizes?
Resposta: Nem todos os anjos permaneceram bons e felizes; muitos pecaram e foram lançados no Inferno, e estes são chamados de demônios ou anjos maus.

Os temores de um livre pensador

Há anjos bons e também maus. Hobbes, um conhecido livre pensador inglês, costumava confiantemente afirmar que nem Deus nem os anjos existiam, muito menos os demônios. O que surpreende, apesar de toda a propagandeada descrença, é que este homem tinha grande temor dos espíritos malignos; até idade avançada tinha medo de dormir sozinho num quarto. O que ele abertamente negava, secretamente acreditava.

Dos efeitos da Redenção

Pergunta: O que é Fé?
Resposta: Fé é uma virtude divina pela qual firmemente acreditamos nas verdades que Deus nos revelou.

Luis IX e a Hóstia milagrosa

A fé de um cristão é uma firme convicção. Durante o reinado de Luis IX, rei da França, durante uma Missa celebrada em uma das igrejas de Paris, Nosso Senhor apareceu na Hóstia consagrada na forma de uma criancinha. O povo acorreu em massa à igreja, para ver o prodígio. Alguém se dirigiu ao santo rei Luis para informá-lo do que acontecera. Mas o rei não deixou seus aposentos. Ao ser perguntado por que permanecia indiferente, ele respondeu: “Deus operou este milagre por causa dos incrédulos, não para os fiéis. Eu não preciso ser convencido da Presença de Nosso Senhor no Santíssimo Sacramento. Tivesse eu presente quando este milagre aconteceu, cerraria meus olhos, para não perder o mérito da fé.” É admirável ver quão firmemente aquele santo monarca acreditava na verdade de tudo que a Igreja ensina.


In Anecdotes and Examples Illustrating the Catechism, Rev. Francis Spirago, Roman Catholic Books, 1903.

Nenhum comentário: