terça-feira, setembro 04, 2018

Mais sobre a profecia do Prof. Olavo acerca da pedofilia.

Jason Leonard, 37 anos, considerado pelas autoridades inglesas um perigoso pedófilo, foi condenado em 2013 a 32 meses de prisão fechada por posse de imagens pedo-pornográficas. Um tribunal o proibiu igualmente de viajar para fora do país.


Mas Jason impetrou recurso para que a justiça britânica levantasse a proibição, por se considerar vítima de discriminação, noticia o The Mirror.

Para a estupefação da corte, Jason Leonard comparou a situação dos pedófilos à dos “dos judeus e dos homossexuais durante a II Guerra Mundial”.

Durante a audiência, esse pedófilo declarou que a idade de sua “companhia ideal” se situaria entre “12 e 14 anos”. E que é por isso que ele deseja poder viajar a países em que a maioridade sexual é mais baixa, com a Tailândia, a Espanha ou a França.

Quando o juiz lhe perguntou a que idade ele situava a maioridade sexual, o pedófilo assumido declarou que uma “criança numa idade em que seja capaz de falar, está numa idade capaz de ter relações sexuais”.

O juiz lhe perguntou também sua opinião sobre o estupro, mas ele se recusou a responder à questão.

Quanto ao advogado de Jason Leonard, ele declarou que a decisão da justiça de proibir seu cliente de viajar para fora da Inglaterra “era completamente desproporcional, pois nada há nos registros criminais de seu cliente que prova que ele teve relações sexuais com uma criança. A única coisa que ele já fez foi baixar, na Internet, pornografia infantil”.

O tribunal se recusou, todavia, a levantar a interdição, lembrando que Jason Leonard está “profundamente perturbado com um comportamento abertamente pedófilo”.

Um oficial da polícia britânica comentou esse caso: “Ele é único. Nos meus últimos dez anos de serviço, jamais cruzei com um delinquente sexual que reconhecesse abertamente suas tendências pedófilas. Isso é justamente a razão porque que se assume que ele se tornou excepcionalmente perigoso. O senhor Leonard exprimiu seu desejo de deixar o país, pois ele pensa que a polícia, o sistema judiciário e o governo de nosso país perseguem os pedófilos. Ele está convencido disso. Ele compara isso à perseguição aos homossexuais de 40 anos atrás. Está persuadido de que a pedofilia será um dia aceita da mesma maneira que a homossexualidade”.

Sobre este último ponto, à vista da degradação moral de nossa sociedade, é provável que o futuro dê razão a Jason Leonard.

Para acessar o artigo orginal, em francês, clique aqui.

Nenhum comentário: