sexta-feira, abril 20, 2018

Rosário para salvar a França: 28 de abril de 2018


Quando Nossa Senhora nos ensinou a rezar o terço, ficou claro que ele era uma arma de guerra. A revelação feita a São Domingos foi durante a grande ameaça dos cátaros, ou albigenses, que tomaram de assalto grande parte da Igreja ao sul da França com essa heresia maniqueísta, pacifista, ecologista e abortista. E isso nos séculos X e XI e XII.

Nossa Mãe sempre considerou o terço como uma arma contra o demônio; tanto arma pessoal de luta contra as tentações, quanto arma da comunidade, contra os ataques organizados contra a fé. Recentemente, em maio 1955 (mês de Maria), Pe. Petrus Pavlicek conseguiu, numa extraordinária cruzada do Rosário, a desocupação da Áustria pelas tropas soviéticas. Segundo o historiador Siegfried Berr "a questão do motivo de os soviéticos finalmente decidirem abandonar a posição militar no leste austríaco, na primavera de 1955, e de concordarem com a desocupação negociada, tem preocupado os historiadores desde então". E é bom que fiquem mesmo preocupados, pois isso foi obra de Nossa Senhora. (Ver Revista Permanência, no.272, páginas 115-119)

Agora, "la fille aînée de l'Eglise Catholic" (a filha primogênita da Igreja Católica) irá recorrer a essa arma poderosa para salvar-se de seus inúmeros inimigos: os intelectuais, decendentes dos revolucionários de 1789, a invasão islâmica, os poderes globalistas representados por Emmanuel Macron, etc.

Seguindo o exemplo da Polônia, haverá a reza do Rosário nas fronteiras da França. Várias cidades já confirmaram a participação.



Que "la fille aînée de l'Eglise Catholic" obtenha os favores de Nossa Senhora em sua luta contra o príncipe deste mundo.

Saint Denis et Sainte Jeanne d'Arc, priez pour votre France!


2 comentários:

patricia daher Daher disse...

A pérola do cristianismo há muito transfigurada pela maçonaria. Se a França não se voltar para a verdadeira fé católica, não há nada que se possa fazer

Isac disse...

O comunismo, nazismo, fascismo são três irmãos gemeos, iguais no básico, assim como o islamismo e mais religiões homofundamentadas são satanismos em pleno desabrochar, incluindo-se as seitas protestantes, vicejando graças especialmente à apostasia à fé católica, cujo afastamento dela principia no presente do topo eclesiástico que não os combate os acima - no entanto, pior ainda, são as adesões aos falsarios "ecumenismos" e varios se associando a esses fantoches de Satã, os malfeitores maçons travestidos de eclesiásticos dentro da Igreja - existindo não poucos!
Decorrente disso, o povo sem pastores fica à mercê dos muitos lobos vorazes à espreita, atolando-se no lamaçal do material-ateísmo proporcionado pelas ideologias marxistas impondo-se sem resistencia; doravante, incrivelmente, até mesmo desde o Vaticano já impulsionam a incensação de heterodoxias, assim como a Europa, a A Latina, Brasil, provam dessa poção venenosa!
Onde o Senhor Deus é rejeitado, o diabo toma conta; os odios e as mazelas generalizados que disseminam, comprovam os maleficios da apostasia, como nas homilias hoje em dia quase se versarem unicamente em misericordia desatrelada da justiça divina, que também poderia até ser uma cilada de Satã para despreocupar-se com conversão pessoal, horror ao pecado e a CNBB com suas Quaresmas eco-humanistas dos Boff-TL-PT & Cia têm contribuído com prestimosa ajuda à causa de implantação do relativismo e o não combate ao maldito comunismo desde suas raízes!