segunda-feira, setembro 21, 2009

Algumas sugestões apologéticas

Fiz, recentemente, uma palestra sobre as mentiras que são ditas sobre a Igreja Católica. Falei sobre as Cruzadas, a Inquisição, o cientificismo, e as pseudo-ciências – o freudismo e o darwinismo. Registro aqui algumas fontes de informações que usei, na esperança de que isso seja importante para mais alguém.

Sobre as Cruzadas usei um livro da Regine Pernoud (versão em inglês): The Crusaders – The Struggle for the Holy Land. Há também a obra extraordinária de Steve Runciman em três volumes: A História das Cruzadas.

Sobre a Inquisição há:
1. No site da Permanência: A História da Inquisição, A Inquisição Espanhola: Uma Questão Candente, O Processo Galileu.
2. No site da FSSPX dos EUA: Defense of the Inquisition. Este foi o melhor texto. Estou tentando contatar o autor, pois foi isto que a FSSPX americano me sugeriu, para solicitar a permissão para traduzir o texto para este blog. Estou tendo muitas dificuldades.
3. O livro “A Inquisição em seu Mundo”, do prof. João B Gonzaga, Editora Saraiva, 1993. Este livro está fora de catálogo e só é possível encontrá-lo em sebos.
4. Sobre o processo contra Galileu há o livro de Pietro Redondi, “Galileu Herético”, Companhia das Letras, 1991. Hoje está fora de catálogo.
5. Em 2006, traduzi para o MSM um interessante artigo de Gene Calahan sobre o caso Galileu, que foi recentemente publicado na Revista Mineira de Psiquiatria.

Sobre o cientificismo:
1. Há o grande Gustavo Corção. Um de seus textos sobre o assunto eu já postei aqui no blog.
2. Há um livro recente e muito bom de David Berlinsky: The Devil Delusion – Atheism and its Scientific Pretensions, cuja resenha, de George Gilder, já traduzi neste blog.
3. Há também um livro que sempre cito aqui no blog: Não tenho fé suficiente para ser ateu, de Geisler e Tuker, Editora Vida.

Sobre Darwinismo:
1. Há o livro de David Berslinsky citado acima.
2. Há o livro de Geisler e Tuker citado acima.

Sobre Psicanálise há o extraordinário livro de Rudolph Allers, “Freud: Estudo Crítico da Psicanálise”, Livraria Tavares Martins, Porto, 1970. Imagino que este livro seja encontrado somente em sebos. Agradeço ao prof. Carlos Nougué a sugestão de leitura deste livro em seu site Contraimpugnantes. Vale a pena ler o artigo do professor intitulado “Castidade e teoria psicanalítica”.

Há ainda, sobre esses assuntos, o site Montfort, do prof. Orlando Fedeli, onde se podem encontrar diversos textos, sobretudo respostas às cartas, que são muito elucidativos. Usem o mecanismo de busca do site que vocês encontrarão muita coisa boa.

17 comentários:

Eduardo Araújo disse...

Caro Angueth, estou lendo um livro muito interessante de autoria do Dinesh D'Souza.

O título é "A Verdade Sobre o Cristianismo". Mas é um título "enganador", porque, de fato, o que essa obra apresenta é a verdade sobre esse ateísmo ostensivo e intolerante desta nossa época.

Conheço o livro de Geisler/Tucker, mas também gostaria de assinalar duas obras assinadas por Alister McGrath, tratando do ateísmo "estilo Richard Dawkins", especialmente caracterizado pela estúpida agressividade anti-religiosa. Trata-se de "O Deus de Dawkins"; e "O Delírio de Dawkins".

Pelos títulos, a princípio imaginamos que McGrath centra sua refutação numa linha "ad hominen", mas o foco são as alegações de Dawkins, Dennett, Sam Harris, Hitchens, enfim esse pessoal vociferante que, parece, desenvolveram uma espécie de alergia à religião.

Abraços

Agnon Fabiano disse...

Sobre Darwinismo e sobre Cientificismo, eu indicaria também, principalmente, Phillip E. Johnson, onde temos, pelo menos, quatro obras traduzidas ("Darwin no banco dos réus", "Ciência intolerância e fé", "As perguntas certas" e "Como Derrotar o Evolucionismo Com Mentes Abertas"). Alister Mcgrath com o seu "Fundamentos do diálogo entre Ciência e Religião" também é excelente.

Abraço.

Anônimo disse...

Parabéns pelas dicas

Nem todas as conhecia.

Anônimo disse...

Caro professor, ofereço a minha humilde contribuição para o material de estudos desmitificadores; são eles:

http://www.santotomas.com.br/?p=94

http://www.santotomas.com.br/?p=10

http://www.europa-america.pt/advanced_search_result.php?osCsid=e7174273bc574f846358e0abac39a02e&keywords=pernoud&osCsid=e7174273bc574f846358e0abac39a02e&x=8&y=6

http://www.microbookstudio.com/galileugalilei.htm

Há mais, mas depois eu coloco aqui.

Com estima imensa; MMLPimenta

Marcos Ludwig disse...

Angueth, que esta palestra seja colocada logo na internet para nos ajudar a desmistificar essas questões!

Rodrigo disse...

Professor, no dia 13 de julho último, o site da Permanência anunciou o lançamento próximo de seis novos livros, e o primeiro a ser lançado seria "As Grandes Heresias". Porém, a Permanência acaba de lançar "Cecy Cony" e já anuncia como próximo lançamento "Cartas de Santa Teresinha", que seriam, respectivamente, o segundo e o terceiro lançamentos! O que aconteceu afinal com "As Grandes Heresias"?

Anônimo disse...

Professor, apenas uma correção: o link da Editora Europa-América não está completo e não consigo colocar toda a URL...
O que eu quis indicar são os livros em português da historiadora Regine Pernoud; basta usar a ferramenta de busca do sítio da editora com a palavra-chave do nome da autora para obter a lista completa.
Com estima; MMLP.

Anônimo disse...

Um texto sobre Galileu: http://www.olavodecarvalho.org/semana/02232002globo.htm

Anônimo disse...

E a complementação do link do texto do e-book do MicroBookStudio sobre Galileu é: galileugalilei.htm

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Caros,

Muito obrigado a todos que estão contribuindo com links e sugestões de livros. Isso enriquece ainda mais minhas poucas sugestões.

Ao Marcos, tenho a dizer que eu não preparei nada em especial, apenas uma simples apresentação Power Point. Não acho que mereça um circulação geral. Se alguém tiver interesse, posso enviar por e-mail a quem me pedir.

Ao Rodrigo: o livro AS GRANDES HERESIAS será lançado até no máximo final de outubro próximo, segundo informações de Dom Lourenço. Está sendo terminada a revisão de texto. Agradeço pelo interesse.

Fiquem todos com Deus.

Antônnio Emílio Angueth de Araújo.

Portal União disse...

Pra que apologética se esta nova igreja (pos CVII) fica "pedindo perdão" de coisas do passado. Eu não vou citar aqui pois todos sabem do que falo.

Do jeito que vão as coisas em breve a igreja(sic) vai pedir perdão até para Judas!

Apocalipse now!

Anônimo disse...

IMPORTANTE!

Sobre Darwinismo, não esquecer o sensacional blog "Desafiando a Nomenklatura Científica".

http://pos-darwinista.blogspot.com/

Anônimo disse...

Oi professor

Tudo bem que o material é simples e não mereça circulação, mas fiquei curioso em saber a reação da platéia.

Att

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Caros,

A palestra foi dada para católicos frequentadores de uma paróquia típica. Todo mundo participando de uma pastoral (isso os mais interessados), todos participando das campanhas da fraternidade, todos participando da mesa da palavras etc.

Pedi à Nossa Senhora que eu pudesse falar a eles sem os escandalizarem. Que eu pudesse ser um instrumento de conversão verdadeira.

Enquanto preparávamos o projetor e o computador, um padre se aproxima de mim e me pergunta o tema da palestra. Digo que falarei sobre as mentiras que se dizem sobre a Igreja, as Cruzadas, a Inquisição etc. Ele me disse: "Ah! muito bom. Mas temos de falar disso com um espírito de humildade, de uma Igreja santa e pecadora, como João Paulo II."

Como ele ia celebrar a missa, esperei que ele se afastasse e não disse nada. O que poderia eu dizer, senão começar a catequizar o padre?

O organizador do evento comunicou à platéia que as perguntas ficariam para o final. Fiz minha palestra e as perguntas começaram. E aí eu descobri o que mais tinha chocado os ouvintes. Falando da Santa Inquisição eu disse que a Igreja sempre foi, é e sempre será favorável à pena de morte. Isso desagradou profundamente aos presentes. Houve quem se indignasse comigo. Daí tive de pegar o Catecismo de João Paulo II e ler para eles o que a Igreja ensinava sobre isso. Mas um profundo espanto ficou no ar. De repente, eles descobriram que a igreja deles era diferente da Igreja de Sempre.

Um outro fato interessante foi uma psicóloga me procurar depois do encerramento da palestra para me dizer que a parte que ela mais gostou foi quando eu fiz uma crítica à psicanálise e afirmei que "ou se segue Cristo ou a psicanálise". Ela percebia intuitivamente as incongruências da psicanálise mas nunca tinha parado para pensar no assunto.

Bem, estas foram, resumidamente, as coisas interessantes que ocorreram.

Antônio Emílio Angueth de Araújo.

Anônimo disse...

Professor

Muito obrigado. era isso mesmo que queria ler. Um relato da palestra

Espero0 que o senhor não tenha se esquecido de dar o link de seu blog para que os paroquianos possam ler os belos textos que coloca aqui e que espero sejam meios de conversão À Igreja de sempre

Att

parahugo disse...

Tudo na Paz?
Sou da Assembléia de Deus e gosto de ler sobre o assunto. Sempre faço relatos com bastante cautela. Também sempre procuro me aprofundar no assunto relacionado. Gostaria de saber se tem vídeo disponível de sua palestra, caso afirmativo como conseguiria, pagando o valor devido? Caso negativo, fica a sugestão de filmar quando falar em próxima oportunidade.
abração!

Antonio Emilio Angueth de Araujo disse...

Caro Hugo,

Tenho filmado algumas palestras que estão todas numa aba superior do blog. É só clicar. Quanto a vender o vídeo, prefiro divulgar e colocar um botão de doação no blog. Se as pessoas considerarem que o blog merece alguma doação, eis a oportunidade.

Fique com Deus e espero que você se converta à verdadeira Religião e saia de uma seita abortista!